Deprecated: Array and string offset access syntax with curly braces is deprecated in /home/curso/public_html/administrator/components/com_widgetkit/classes/OAuth.php on line 110

Deprecated: Array and string offset access syntax with curly braces is deprecated in /home/curso/public_html/administrator/components/com_widgetkit/classes/OAuth.php on line 110
Dicionário de Informática

 

Dicionário de Informática
"A"
 
AC
Aternating Current, corrente alternada. A forma como a eletricidade vem apartir da usina e consequentemente apartir das tomadas. A direção é alternada 60 vezes por segundo (50 na Europa).
Access
Acesso, leitura ou gravação de dados na memória RAM ou em outro meio qualquer, como um disco rígido.
Access Time
Tempo de acesso, o tempo que o dispositivo acesso demora para entregar os dados requisitados, ou armazenar a informação desejada. Quanto mais baixo for o tempo acesso, mais rápido será o dispositivo.Na memória RAM o tempo de acesso é medido em nanossegundos, sendo que as memórias SDRAM mais rápidas chegam a 6 nanos. Em HDs o tempo de aceso é bem mais alto, medido em milessegundos. Os HDs mais rápidos chegam a 8 milessegundos.
ACPI
Advanced Configuration and Power Interface. É o modo de economia de energia utilizado pelos PCs atuais. Micros mais antigos suportam o DPMA, que é o padrão anterior
Acrobat
Formato de arquivo desenvolvido pela Adobe que permite que documentos sejam exibidos em qualquer micro com as fontes e layout Corretos, alem de também suportar imagens, tabelas e recursos de Segurança. A Adobe lançou no mercado dois produtos relacionados ao formato, o Acrobat Reader que permite apenas visualizar os arquivos e é gratuito e o Acrobat Writer, que permite gerar os arquivos e é pago.
Active-X
Linguagem de programação usada para construir páginas Web dinâmicas, com scripts que rodam a partir do servidor. Apresenta algumas incompatibilidade com os Browser, falhas na segurança e sobrecarrega o servidor pela grande quantidade de processamento exigido.
Actuator
Num HD, é o mecanismo de movimenta as cabeças de leitura. Basicamente é composto por um braço móvel em forma de triângulo. Na ponta do triângulo encontra-se as cabeças de leitura do HD, enquanto na base temos um eixo e dois eletroímãs, que controlados pela placa lógica do HD movimentam o mecanismo com uma velocidade e precisão espantosas. Em HDs muito antigos e em drives de disquete, é utilizado um motor de passo no lugar do actuator, por isso esses dispositivos são extremamente lentos.
ADC
Analogue-to-Digital Converter, componente que faz conversão de um sinal analógico para digital. Todas as placas de som possuem um ADC, responsável por digitalizar os sons analógicos vindos do microfone ou outro dispositivo analógico qualquer. Veja também: DAC
Additive Colour
Uma cor produzida através da mistura de diferentes tonalidades de algumas cores primárias. Num monitor as cores são obtidas através da mistura de pontos azuis, vermelhos e verdes.
Adware
São programas, geralmente gratuítos, que mostram anúncios, na forma de banners incorporados à interface do programa, ou mesmo janelas pop-up. As propagandas são uma forma alternativa dos desenvolvedores ganharem dinheiro com o programa. Existem claro os contrários à idéia, que argumentam que, como acessam a rede para baixar os banners a serem exibidos, estes programas podem ser usados para investigar os hábitos de navegação do usuário. Muitas vezes existe a opção de comprar uma versão do programa que não mostra os anúncios.
Altair 8080
Lançado em 1974 é considerado por muitos o primeiro computador pessoal da história. O Altair era baseado no 8080 da Intel e vinha com apenas 256 bytes de memória, realmente bem pouco. No modelo básico, o Altair custava apenas 439 dólares na forma de Kit, isso em 1975, quando começou a ser comercializado, em valores de hoje isso equivale a quase 4.000 dólares, parece bastante, mas na época esse valor foi considerado uma pechincha, tanto que foram vendidas 4.000 unidades em 3 meses, depois de uma matéria da revista Popular Eletronics. Esse "modelo básico" consistia nas placas, luzes, chips, gabinete, chaves e a fonte de alimentação, junto claro com um manual que ensinava como montar o aparelho. Existia a opção de compra-lo já montado, mas custava 182 dólares a mais. Pouco tempo depois começaram a surgir vários acessórios para o Altair: um teclado que substituía o conjunto de chaves que serviam para programar o aparelho, um terminal de vídeo (bem melhor que ver os resultados na forma de luzes, um drive de disquetes (naquela época ainda se usavam disquetes de 8 polegadas), placas de expansão de memória e até uma impressora, para quem tivesse muito dinheiro, claro . Até mesmo Bill Gates ajudou, desenvolvendo uma versão do Basic para o Altair. O Altair era realmente um sistema muito simples, que não tinha muita aplicação prática, mas serviu para demonstrar a grande paixão que a informática podia exercer e que, ao contrário do que diziam muitos analistas da época, existia sim um grande mercado para computadores pessoais.
ASP+
Também conhecida como Asp.Net, será a próxima geração da linguagem ASP. O ".Net" indica que a linguagem visa criar uma plataforma de desenvolvimento para os serviços .Net com os quais a Microsoft pretende aumentar sua participação na área de serviços ia Web. O ASP + possui vários recursos entre eles o suporte a código escrito em outras linguagens, como o Visual Basic, C++ e Perl. Os scripts em ASP + não são compatíveis com os em ASP, mas nada impede de rodar os dois tipos no mesmo servidor. A extensão dos arquivos ASP + é .ASPX
ADSL
O Assimetric Digital Subscriber Line é uma tecnologia de acesso rápido à internet que usa a linha telefonica em uma freguencia de operação acima da frequencia de voz (aproximadamente 5000KHz). A vantagem é usar a infra-estrutura telefonica já instalada deixando a linha livre para o uso telefonico. Sua velocidade varia de 256K a 2Mbps e é necessário que o micro tenha uma placa de rede.
AGP
O Acelerated Graphics Port é um barramento de dados extremamente rápido que foi desenvolvido para permitir o uso de placas de vídeo 3D como as Voodoo da 3Dfx e a Viper770. O modo AGP1x pode transmitir até 266mb/s, o modo AGP2x 533mb/s e o modo AGP4x 1066bm/s. As versões AGP Pro50 e AGP Pro110 dizem respeito a capacidade de fornecimento elétrico do slot. Há placas que são fabricadas no modelo AGP mas não fazem uso dos recursos do padrão AGP. Estes slot's aparece nas placas-mãe como um slot de cor marrom.
Alias
Apelido, pode ser usado em várias áreas, como por exemplo para indexar um banco de dados ou no e-mail. Caso você tenha uma conta, Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., e um alias Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., todos os e-mails endereçados ao alias será encaminhados para a conta real. O alias é um dos comandos básicos do unix.
ALU
Arithmetic Logic Unit. Parte do processador principal encarregada de processar os cálculos de ponto flutuante. O termo ALU, dependendo da conotação, pode ser tanto usado em relação ao coprocessador aritmético como um todo, quanto em relação a apenas uma das unidades de execução que formam os coprocessadores modernos
AMR
O Audio Modem Riser é um barramento criado pela Intel para a instalação de placas de som e modem. A grande vantagem é que estes dispositivos são relativamente baratos. Um modem AMR custa algo em torno de U$10,00. os slot AMR aparecem na placa-mãe na cor marrom.
Anodo
Um dos componentes dos monitores CRT. Consiste em um eletrodo carregado com cargas positivas, que atraí cargas negativas, no caso os elétrons usados para criar a imagem. Também eletrodo positivo de um diodo. Parte do componente com cargas positivas, oposta a do catodo.
Anonymous
Nome normalmente utilizado para o login num servidor FTP, e indica tratar-se de um usuário anônimo, ou seja, não cadastrado na máquina em questão. A password a fornecer em seguida deve ser o e-mail do usuário. Em geral, usuários anônimos tem acesso a apenas alguns arquivos do servidor.
API
Application Programming Interface, um conjunto de funções e sub-rotinas usadas pelos programas que informam ao sistema operacional como executar determinada tarefa. Por exemplo, os jogos 3D são construídos com base no D3D, OpenGL ou Glide. De forma semelhante, qualquer programa for Windows, escrito em C++ ou qualquer outra linguagem, pode usar qualquer uma das mais de 1000 funções que abrem janelas, abrem ou gravam arquivos, e outras tarefas semelhantes. É o fato de usarem APIs diferentes que fazem os programas serem incompatíveis com outros sistemas operacionais.
APM
Advanced Power Management. Padrão avançado de gerenciamento do Consumo de energia desenvolvido pela MicroSoft que permite diminuir o consumo elétrico do computador. Útil sobretudo em micros portáteis.
Archie
Serviço de busca de arquivos armazenados em servidores FTP. Os arquivos podem ser localizados por nome ou palavra chave. É um serviço pouco utilizado atualmente
Artefact
"Sujeiras" que aparecem em imagens escaneadas, filmes digitalizados, etc. causados por poeira, infidelidade na reprodução das cores (pelo digitalizador), entre outros fatores.
Artificial Intelligence
Inteligência artificial, consiste em criar programas capazes de aprender com a experiência e tomar decisões com base nas experiências obtidas anteriormente. É usada em várias áreas, de jogos a aplicações médicas.
ASCII
American Standard Code for Information Interchange, é ainda o código de caracteres de texto mais usado. Cada caractere de texto ASCII ocupa 8 bits de dados (1 byte), o suficiente para 256 combinações diferentes, que incluem caracteres, números e símbolos diversos. Na gíria, "ASCII" também é usado em relação a um arquivo de texto puro, sem formatação. O padrão mais atual que vem substituindo o ASCII gradualmente é o Unicode, onde são usados 2 bytes para cada caracter. A vantagem do Unicode é conter caracteres de várias línguas: japonês, chinês, etc.
ASIC
Application Specific Integrated Circuit, um processador construído para executar uma tarefa específica, ou seja, um processador dedicado. Exemplos de processadores dedicados são os coprocessadores aritméticos e os chipsets de vídeo.
ASP
Active Server Pages, linguagem de programação para a Internet.
ASPI
Advanced SCSI Protocol Interface, interface desenvolvida pela Adaptec que se tornou padrão para placas SCSI.
Assíncrono
(Asynchronous), transferências de dados em que os dispositivos envolvidos não são sincronizados. Exemplos são as antigas memórias EDO e FPM, que utilizavam tempos de espera.
AT
Advanced Tecnology (técnologia Avançada). Quando a IBM lançou o 286, este ficou conhecido como AT286, porem hoje em dia refere-se ao modelo do gabinete e sua fonte de alimentação e ao formato da placa-mãe
ATA
Especificação para as interfaces e discos rígidos IDE. O Ultra ATA 2 equivale ao Ultra DMA 33, o Ultra ATA 4 equivale ao UDMA 66 enquanto o Ultra ATA 6 equivale ao UDMA 100.
ATAPI
Advanced Technology Packet Interface, padrão que permite instalar CD-ROMs, Zips, drives de fita e outros periféricos em interfaces IDE, que originalmente foram projetadas para acomodar apenas discos rígidos.
AU
Formato de arquivo de som gerado por alguns programas UNIX/Linux
"B"
B2B
Business to Business, negócios entre empresas, envolvendo produtos, serviços ou parcerias. Este termo é mais usado em relação aos sites que promovem este tipo de comércio, oferecendo toda a praticidade e infra-estrutura necessária, cobrando em troca uma mensalidade ou comissão sobre as transações.
B2C
Business to Consumer, vendas diretas ao consumidor. É geralmente usado em relação aos sites que vendem produtos no varejo.
BABT
British Approval Board for Telecommunications, um selo de aprovação para modems que existe na Inglaterra, uma espécie de controle de qualidade.
Back Office
Uma suíte de aplicativos da Microsoft voltada para o mercado empresarial. Não confundir com o Trojam Back Orifice.
Background
É geralmente usado em relação a um programa que está sendo executado em segundo plano. Este recurso é muito usado quando se opera o Linux em modo texto. É possível deixar a compactação de um grande arquivo, ou outra tarefa demorada sendo executada em background enquanto trabalha-se em outra coisa.
Back-orifice
É um programa, conhecido como Trojan ou Cavalo de troia, que permite a manipulação de computadores remotamente, permitindo que o computador possa ser controlado remotamente, via Internet. Esse programa consiste em duas partes: o cliente e o servidor, e foi criado por um grupo de hackers com um só propósito: invadir máquinas alheias.
Backbone
Link de alta velocidade, usado geralmente como espinha dorsal de grandes redes. A Internet é formada por inúmeros backbones que interligam as redes de universidades, empresas, provedores de acesso, etc.
Backlight
Encontrada em monitores LCD, e telas de cristal líquido em geral é uma fonte de luz instalada atrás da tela, que permite ver a imagem no escuro, além de melhorar bastante o contraste e brilho da imagem.
Backside Bus
É o barramento rápido que conecta o núcleo do processador ao cache L2 em processadores que trazem cache L2 embutido, como os Pentium II e III, Celeron, Athlon, etc.
Backup
Cópia de segurança. Copiar dados em um meio separado do original, de forma a protegê-los de qualquer eventualidade. Essencial para dados importantes.
Bandwidth
Largura de banda, se refere à capacidade de transmissão de uma rede ou um tipo qualquer de conexão. A largura de banda de uma conexão via modem é de 56 Kbits. Por exemplo, um slot AGP 1X trabalha a 66 MHz e 32 Bits por transferência, resultando numa banda de 266 MB por segundo.
Banner
Faixa. Atualmente é usado com relação às propagandas encontradas na Internet. Uma imagem retangular que quando clicada leva ao site do anunciante.
BBS
Bulletin Board Service. Os primeiros serviços online, bem antes da Internet. A conexão era feita via modem, na época ainda modelos de 1200 ou 2400 bips.
BCN
Conector usado em cabos de rede coaxiais.
Bezel
Termo em Inglês, usado para descrever o painel de plástico Frontal, encontrado em drives de disquetes, CD-ROMs e outros drives que são encaixados nas baias do gabinete.
Binary
Binário, sistema numérico usado em computação que consiste em apenas dois valores, 1 e 0. Todas as operações que são possíveis no sistema decimal, assim como processamento de texto, sons, imagens e outros dados podem ser feitos usando o sistema digital.
BIOS
Basic Input / Output System. A primeira camada de software do sistema, responsável por "dar a partida" no micro.
Bit Depth
Número de bits usados para representar cada ponto de uma imagem escaneada. Quanto mais bits por ponto, mais cores e melhor será a fidelidade da imagem, porém, maior será o arquivo gerado.
Bluetooth
O Bluetooth é uma tecnologia de transmissão de dados via sinais de rádio de alta freqüência, entre dispositivos eletrônicos próximos. A distância ideal é de no máximo 10 metros e a distância máxima é de 100 metros. Um dos trunfos é o fato dos transmissores serem baratos e pequenos o suficiente para serem incluídos em praticamente qualquer tipo de dispositivo, começando por notebooks, celulares e micros de mão, passando depois para micros de mesa, mouses, teclados, joysticks, fones de ouvido, etc.
BNC
Um padrão de cabos e conectores usado em monitores. O cabo é composto por apenas 5 fios, três para as cores (verde, azul e vermelho) e dois para os sinais de sincronismo vertical e horizontal.
Boot
bootstrap, é o processo de inicialização do micro, onde é lido primeiramente o BIOS, o POST (Power on self test) e em seguida carregado o sistema operacional e programas.
Boot Drive
Drive de boot, a unidade de disco usada para dar boot no micro. Normalmente é o disco rígido, mas pode ser um disquete, CD-ROM, Zip, ou qualquer outra unidade de armazenamento de dados.
Boot Manager
Um pequeno programa, instalado no setor de boot do HD, que permite instalar vários sistemas operacionais no mesmo micro. Toda vez que o micro for ligado, o Boot manager será carregado e perguntará qual dos sistemas operacionais deve ser carregado. Exemplos de Boot Managers são o lilo do Linux, o NTBoot do Windows NT e 2000 e o Boot Magic do Partition Magic.
Boot Sector
Também chamado de trilha MB, ou trilha zero, o setor de Boot do HD armazena informações sobre o sistema operacional instalado, qual arquivos devem ser carregados para inicializar o sistema etc. Caso o setor de boot seja danificado por qualquer motivo, não será mais possível dar boot pelo HD. Ao instalar qualquer sistema operacional, este irá reescrever o setor de boot, deixando as instruções que permitirão ao BIOS carrega-lo. Para limpar o setor de boot do HD, pode ser usado o comando FDISK /MBR
BPS
bits per second, é usada para medir a velocidade de modems e redes em geral. Refere-se ao números de bits transmitidos por segundo, lembrando que 8 bits eqüivalem a 1 byte
Bridge
ponte, serve para conectar duas redes distintas, permitindo comunicações entre elas. O bridge pode ser um dispositivo dedicado ou então um PC com duas placas de rede, configurado para executar esta função.
Broadband
Banda Larga, uma forma qualquer de acesso rápido à Internet, como acesso via cabo, ADSL, satélite, etc.
Browser
O mesmo que Navegador, programas usados para visualizar páginas Web: Explorer, Netscape, Opera, etc.
BTW
By the Way, é uma abreviação geralmente usada em grupos de discussão: "A propósito", "Falando nisso..." etc.
Buffer
Uma pequena área de memória ultra-rápida usada para melhorar a velocidade de acesso a um determinado dispositivo. É encontrado em HDs, gravadores de CD, modems, e muitos outros. Apesar de serem sinônimos, o termo "buffer" é mais usado em relação aos dispositivos anteriormente citados enquanto o termo "cache" é mais usado com relação aos processadores e memória RAM
Burn-Proof
Uma tecnologia desenvolvida pela Sanyo que aumenta a Segurança na gravação de CDs. Ao ocorrer algum erro inesperado, um Problema de buffer underrun, etc. a gravação é automaticamente Interrompida. A grande vantagem, é que ao invés da mídia ser Inutilizada, como aconteceria normalmente, é possível terminar a Gravação ao ser solucionado o problema. Esta tecnologia é suportada por muitos gravadores de CD, que gravam a 12x ou mais, já que quanto mais alta a taxa de gravação, maior é a possibilidade de surgirem problemas de buffer underrun ou outros erros. Tudo é feito automaticamente pelo gravador, sem intervenção do usuário.
Burst Mode
Modo de acesso suportado por vários tipos de memória e cache que consiste em vários acessos seqüenciais, realizados antes que o anterior termine. Isto permite melhorar bastante a velocidade dos acessos.
BUS
Barramento, meio de transmissão de dados entre dois ou mais componentes. Exemplos são os barramentos PCI, AGP e ISA da placa mãe, que ligam os periféricos ao chipset e consequentemente ao processador.
Bus Mastering
é uma característica suportada por algumas arquiteturas de barramento que permite que a controladora conectada ao mesmo se comunique diretamente com outros dispositivos do barramento sem passar pela CPU. Um HD com os Drivers de Bus Mastering seria capaz de acessar diretamente a memória, sem ter que recorrer ao processador, o que além de melhorar o desempenho, não consumiria a CPU que ficaria livre para fazer outras coisas. HDs UDMA utilizam o Ultra DMA, enquanto HDs Pio Mode 4 utilizam o Mult. Word DMA 2. Em ambos os casos você deverá instalar os drivers de Bus Mastering que acompanham sua placa mãe a fim de ativar este recurso. O Windows 98 já possui drivers de Bus Mastering para a grande maioria das placas mãe, dispensando a instalação dos drivers do fabricante na maioria dos casos.
"C"
Cache Hit
Quando o dado de que o processador precisa está localizado no cache. O contrário, um cache miss ocorre quando o dado não está no cache e o processador precisa acessá-lo na memória RAM, perdendo tempo. Em geral, num processador atual com 32 KB de cache L1 e 256 KB de cache L2 (ou mais) o índice de cache hits fica em torno de 98%.
Cache Server
Usado em algumas redes, é um servidor que armazena todas as páginas, ou mesmo arquivos baixados, repassando-os aos usuários que os solicitarem novamente. Isto serve para ao mesmo tempo agilizar as transferências de dados já baixados, quanto para diminuir o tráfego de dados através do link com a Internet. Neste ponto, o cache server tem um funcionamento semelhante ao de um servidor proxy, porém mais limitado. Ocache server apenas armazena arquivos, não serve para compartilhar aconexão, nem para barrar acessos não autorizados ou acrescentar qualquer segurança.
CAS
Column Address Strobe. Do ponto de vista do processador, a memória RAM é dividida em linhas (Row) e colunas (column). Cada acesso é feito enviando os valores CAS e RAS, que correspondem a estes endereços de linha e coluna. Combinados os dois endereços é acessado o bit de dados desejado. Em geral existe no setup a opção de configurar o valor.
CBS
CAS Before RAS, modo de acesso à memória onde são feitos quatro acesso consecutivos à memória enviando apenas um endereço de linha (RAS) e em seguida quatro endereços de coluna. Isto permite ganhar tempo, acelerando a leitura dos dados. Este modo vem sendo usado apartir das memórias FPM.
CD
Compact Disk. O CD substituiu os disquetes de 3,5" na distribuição de programas e aposentou os disco de vinil. Um CD armazena 650MB de dados ou 72 minutos de audio, tudo em modo digital, ou seja zeros e uns.
Celeron (intel)
Lançado pela Intel em 98 com o objetivo de ser o sucessor do Pentium MMX no mercado de baixo custo. As primeiras versões de 266 e 300 MHz não tinham cache, sendo grandes fiascos de vendas. A partir do 300A foram incorporados 128 KB de cache L2, que garantiram um desempenho próximo ao do Pentium II. Todos os Celerons com core Coopermine ( o 533a e do 566 em diante) são na verdade processadores Pentium III, que tem metade de seu cache L2 desabilitado ainda em fábrica.
Centronics
(interface) - Foi o primeiro padrão de portas paralelas, ou portas de impressoras bidirecionais. O conector possui 25 pinos e a porta transmite a aproximadamente 150 KB/s. As portas Centronics foram substituídas pelas portas ECP e EPP usadas atualmente, que possuem compatibilidade retroativa com elas.
CGI
Common Gateway Interface, pequenos programas, rodados a partir do servidor que permitem adicionar vários recursos a uma página Web. Os programas são executados a partir de solicitações do navegador, retornando a resposta desejada. Os scripts CGI podem desempenhar desde funções bem simples, quanto interagir com grandes bases de dados, geralmente são escritos em Perl.
Chorus
Efeito de eco utilizado para melhorar a qualidade do som. Suportado por alguns programas e aparelhos de som.
CI
Circuito integrado, vários componentes que são encontrados na forma de chips, em vários tipos de placas.
CISC
Complex Instruction Set Computer. Computadores que executam diretamente um conjunto complexo de instruções, como o 486. Os processadores atuais incorporam um núcleo RISC (Reduced Instruction Set Computer), sendo chamados de híbridos.
Clean Room
Sala limpa, um local com temperatura controlada e completamente livre de partículas de poeira, onde discos rígidos são fabricados, ou onde podem ser abertos para manutenção. Abrir um HD fora de uma sala limpa condenará o equipamento, pois como os discos giram a velocidades muito altas, qualquer partícula de poeira que entre em contato com uma das cabeças de leitura é suficiente para causar um bom estrago nos discos magnéticos. O HD continuará funcionando mas, poucos minutos depois, começarão a surgir inúmeros setores defeituosos.
Clone
Um sistema compatível com uma certa arquitetura, mas produzido por outro fabricante. Por exemplo, durante muito tempo os PCs fabricados pela Compaq, Dell, etc. eram chamados de "clones" de IBM PC, pois eram compatíveis com o IBM PC da IBM. Já existiram também clones de Macintosh, Macs produzidos por outras empresas sob um licença especial fornecida pela Apple. Em geral, os fabricantes permitem a fabricação de clones quando desejam tornar seu produto um padrão de marcado. A IBM foimuito bem sucedida neste sentido, já que hoje em dia mais de 90% dos computadores do mundo são PCs. A Apple por outro lado acabou cancelando as licenças depois de algum tempo, pra evitar que os clones passassem a concorrer com seus próprios produtos.
Cluster
Um conjunto de setores do HD que são endereçados pelo sistema operacional como uma única unidade lógica. Em outras palavras, um cluster é a menor parcela do HD que pode ser acessada pelo sistema operacional. Cada cluster tem um endereço único, um arquivo grande é dividido em vários clusters, mas um cluster não pode conter mais de um arquivo, por menor que seja. O tamanho de cada cluster varia de acordo com o sistema de arquivos escolhido na formatação do HD. Usando FAT 16 cada cluster tem até 32 KB, usando FAT 32 cada cluster possui apenas 4 KB. Usando NTFS (o sistema de arquivos utilizado pelo Windows NT e 2000) cada cluster possui entre 512 bytes e 4 KB, dependendo do tamanho da partição. Quanto menores forem os clusters, menor será a quantidade de espaço desperdiçada no HD, sobretudo ao gravar vários arquivos pequenos, já que mesmo com apenas 1 byte de tamanho, qualquer arquivo ocupará um cluster inteiro.
CMOS
Complementary Metal Oxide Semiconductor. É um chip que funciona como uma memória, pode manter um dado gravado desde que a sua alimentação não seja interrompida. A bateria que tem na placa-mãe alimenta continuamente este tipo de memória, para manter as configurações do SETUP do micro.
CMYK
Cian, Magenta, Yellow and Black, é um padrão de quatro cores primárias, que combinadas formam cores ilimitadas. O padrão CMYK é mais usado para impressão em papel, onde 4 cores de tinta geram ma qualidade final melhor do que apenas 3. Porém, monitores, televisões, etc. usam o padrão RGB, Red, Green and Blue, onde são usadas apenas três cores. É por isto que uma mesma imagem vista no monitor apresenta leves alterações na tonalidade das cores ao ser impressa. Alguns programas gráficos como o Corel Draw incorporam filtros, que tentam mostrar no monitor a imagem exatamente como será impressa. Além do CMYK e do RGB existem vários outros padrões de cores, como o Pantone, onde ao invés de termos um certo número de cores primárias que são combinadas para gerar as demais, temos uma tinta para cada cor que for ser utilizada na impressão. Isto garante que a cor impressa seja exatamente a mesma que é vista no mostruário, entretanto não permite usar muitas cores diferentes no mesmo impresso, já que precisaríamos de uma tinta diferente para cada cor.
CNR
Communication and Networking Rise, um novo tipo de barramento criado pela Intel, com o objetivo de acomodar placas de som, modems e placas de rede. Pode ser encontrado em algumas das placas mãe mais modernas. Aparece como um pequeno slot marrom na placa mãe, em geral no canto oposto ao do slot AGP. Não confundir com AMR, os dois padrões são aparecidos, mas são incompatíveis entre si.
CODEC
COmpression DECompression, uma tecnologia qualquer que converte vídeo e som analógicos em sinais digitais, comprimindo-os a fim de diminuir o tamanho dos arquivos. Um exemplo é o QuickTime.
Codigo Fonte
O arquivo que contém os comandos e rotinas que formam um programa. Este código é então compilado, gerando o arquivo binário que será executado. Ao comprar um programa qualquer, recebemos apenas os binários, que permitem instalar e executar o programa, mas não o código fonte, que permitiria altera-lo ou entender como ele funciona. Em programas comerciais, o código fonte é cuidadosamente guardado, mas existe um movimento crescente de desenvolvimento de softwares livres, onde o código fonte é distribuído junto com o programa, o que permite a qualquer um com conhecimentos de programação alterá-lo, corrigir bugs ou adicionar novos recursos, desde que sejam mantidos os créditos para o criador original. O movimento de software livre inclui o Linux e a maior parte dos aplicativos desenvolvidos para ele.
Compression
Compressão, técnica usada para diminuir o tamanho dos arquivos de áudio, video e imagens, a fim de diminuir seu tempo de transmissão ou economizar espaço. Existem tanto algoritmos que permitem compactação sem perda de qualidade, quanto algoritmos que sacrificam parte da qualidade a fim de gerar arquivos menores.
Concurrent PCI
É um recurso que permite que periféricos ISA e PCI instalados na máquina realizem transferencias de dados simultaneamente. Esta opção aparece no Setup de algumas placas mãe. Deixa-la ativada representa uma pequena melhora no desempenho.
Core
Centro ou Núcleo. Em informática, o uso mais comum é em relação ao processador. O "core" neste caso, é a pequena pastilha de silício que contém todos os transístores. Esta pastilha, que mede pouco menos de um centímetro quadrado na maioria dos processadores, é encapsulada numa estrutura de cerâmica, metal, plástico, ou mesmo fibra de vidro, formando os processadores que encontramos à venda. Core também é usando em relação à arquitetura usada no processador. Por exemplo, quando alguém fala em "processadores Celeron com core Coppermine" está se referindo aos Celerons que usam a arquitetura Coppermine, a mesma usada no Pentium III. Existem também os Celerons com core Deschutes (mais antigos, já descontinuados) e a partir de 2002 teremos os Celerons baseados no core Tualatin, um projeto mais avançado, que permite produzir processadores usando transístores de 0.13 mícron, que são mais rápidos, consomem menos energia e são mais baratos de se produzir.
Cookies
Biscoito em inglês. São pequenos códigos gravados na sua máquina quando você acessa determinado site. Da próxima vez que voltar ao mesmo, o servidor poderá identifica-lo lendo o Cookie que foi gravado da última vez. Os Cookies podem ser usados para fins úteis, como por exemplo dispensar você de digitar username e senha toda vez que acessar o site, mas também podem ser utilizados para espionar os hábitos de navegação do usuário.
CPU
Central Processing Unit. Era mais usado na época dos mainframes, muitos técnicos usam este termo para se referir ao gabinete do micro por nele estar o processador. Pode aparecer também como UCP (Unidade Central de Processamento) O termo mais atual é processador.
Cracker
É um vândalo virtual, alguém que usa seus conhecimentos para invadir sistemas, quebrar travas e senhas, roubar dados etc. Alguns tentam ganhar dinheiro vendendo as informações roubadas, outros buscam apenas fama ou divertimento. Na hierarquia hacker o Craker está acima do Lammer (que sabe muito pouco) mas abaixo do Hacker, que é alguém de mais maturidade, que ao invés de usar seu conhecimento para destruir tudo que vê pela frente, o utiliza para construir coisas.
Criptografia
Consiste em codificar um arquivo ou mensagem usando um conjunto de cálculos. O arquivo codificado (ou encriptado) torna-se incompreensível até que seja decodificado (ou desencriptado). Os cálculos usados para encriptar ou desencriptar o arquivo são chamados de chaves. Apenas alguém que tenha a chave poderá ler o arquivo criptografado. Existem vários níveis de criptografia, quanto mais complexo, mais seguro.
Crosstalk
Interferência causada pela proximidade entre dois circuitos ou cabos.
CRT
Catodic Ray Tube, os monitores de raios catódicos, ou seja, que utilizam tubo de imagem, que ainda são os mais comuns atualmente.
"D"
DAC
Digital to Analog Converter, o inverso do ADC, refere-se a um dispositivo que transforma um sinal digital num sinal analógico. É outro componente da placa de som, responsável por transformar o sinal digital recebidos do processador no sinal analógico que é enviado para as caixas de som.
Daemon
Designação dada ao programas que são executados em memoria de forma invisivel (em background) ao operador e só aparecem quanto solicitação do usuário ou de outros programas. O DosKey é um exemplo. O termo Daemon (demônio) vem da mitologia grega, onde os Daemons são espíritos guardiões. Este termo é muito pouco usado hoje em dia.
DAT
Originalmente foi um padrão criado para gravar áudio digital, com Qualidade de CD em fitas magnéticas especiais. Em 1988 Sony e HP Aperfeiçoaram o padrão, que passou a ser usado também para gravar dados nas mesmas fitas. Hoje em dia as fitas DAT ainda são muito utilizadas para fazer backup, pois são relativamente baratas e armazenam até 40 GB de dados.
DC
Direct Current, corrente elétrica que trafega numa única direção, usada por computadores e dispositivos eletrônicos em geral. Num PC, a fonte de alimentação tem a função de converter a corrente AC (alternada) da tomada na corrente contínua, DC usada pelo equipamento.
DDR
Double Data Rate. Um tipo de memória duas vezes mais rápido que as memórias SDRAM atuais, que vem ganhando popularidade.
Developer
Driver de dispositivo. Conjunto de rotinas que permitem ao sistema operacional acessar o periférico. O driver funciona como uma espécie de tradutor entre o dispositivo, uma placa de vídeo por exemplo o sistema operacional ou programas que o estejam utilizando. Por ser especializado, o driver funcionará adequadamente apenas junto com o para que foi escrito. Em geral existe uma versão diferente do driver para cada sistema operacional.
Dial-up
Acesso discado (usando um modem e uma linha telefônica) a uma rede qualquer ou à Internet.
Disc
O mesmo que disk, disco. Em informática, o termo "disc" é geralmente usado em relação à discos ópticos enquanto "disk" é mais comunmente usado em relação a discos magnéticos, como os HDs. De qualquer forma, ambos os termos são considerados corretos. Você encontrará um ou outro dependendo do autor que escreveu a literatura.
DIMM
Double Inline Memory Mode. Os módulos de memória de 168 vias usados atualmente.
Dithering
Recurso que cria a ilusão de novas cores, misturando pontos de cores diferentes. Um exemplo clássico é uma foto de jornal, apesar da foto aparentar ser composta por várias tonalidades de cinza, existem apenas pontos brancos e pretos, que intercalados dão a impressão de novas tonalidades. Note que o dithering não cria novas tonalidades de cor, apenas intercala pontos das tonalidades disponíveis.
DLL
Dynamic Link Library, são arquivos que contém rotinas e funções que podem ser utilizadas pelos programas. O mesmo programa pode utilizar várias DLLs diferentes e a mesma DLL pode ser usada por vários programas. O uso de DLLs visam facilitar o trabalho dos programadores, que podem utilizar funções que já estão prontas em alguma DLL ao invés de ter de cria-las.
DMA
Direct Memory Access. É uma recurso da placa mãe que permite que os periféricos acessem diretamente a memória RAM, sem consumir poder de processamento do processador.
DMS
Domain Name Service. Transforma os endereços IP em nomes amigáveis, como www.guiadohardware.net, pode ser usado também em Intranets.
Domain
Domínio, são os endereços de sites na Internet, obedece a uma hierarquia. Em guiadohardware.net, o .net é o domínio primário, enquanto o guiadohardware é o domínio secundário, que está dentro do primeiro. Os endereços são lidos apartir do final. O browser primeiro procurará pelo domínio .net para depois procurar o domínio guiadohardware que está subordinado a ele.
DOS
Disk Operating System. Pode ser usado em relação a qualquer sistema operacional, mas é normalmente usado em relação ao MS-DOS
DOS/V
O DOS/V é uma versão do MS-DOS destinada ao mercado Japonês. Como o idioma utiliza caracteres bem diferentes dos ocidentais, desde os primeiros computadores, existiam problemas de incompatibilidade entre programas e computadores Japoneses e os usados no restante do mundo. O DOS/V, desenvolvido em 91, veio para solucionar este problema, sendo compatível com todos os comandos e programas do MS-DOS ocidental, e também com comandos e programas usando ideogramas em Kanji. Pouco tempo depois, foi lançada uma versão do Windows 3.1 com a mesma compatibilidade, o Win/V. Apartir do Windows 95, toda a família Windows possui suporte multilíngue, bastando instalar os pacotes de idiomas necessários para exibir qualquer conjunto de caracteres. Para visualizar páginas com ideogramas em Kanji no IE 5, por exemplo, basta clicar em Exibir > Codificação > Mais, e instalar o suporte a Japonês. Atualmente, os teclados usados no Japão possuem teclas com os caracteres ocidentais e os equivalentes em Kanji.
Download
Baixar algum arquivo através da rede, ou via Internet. Down significa "baixar" ou "puxar", enquanto load "significa "carregar", no sentido de carregar um programa ou arquivo.
DPI
dots per inch, pontos por polegada. É usado com relação à resolução de uma imagem impressa. Se aplica tanto à Impressoras quanto a scanners. Uma imagem de 5,2 x 5,2 cm (2 polegadas) impressa a 300 DPI possui 600 x 600 pontos. O mesmo pode-se dizer da mesma imagem de 5,2 x 5,2 Cm digitalizada a 300 DPI por um scanner.
DSTN
Mesmo que Matriz passiva, uma tecnologia usada em monitores de cristal líquido
DTR
Data Transfer Rate, taxa de transferencia de dados alcançada por um dispositivo qualquer, um modem ou rede por exemplo. Existem dois tipos de taxas de transferência, taxa de pico (peak), que corresponde à velocidade máxima alcançada e a taxa média.
Dual Boot
Permite instalar dois ou mais sistemas operacionais diferentes no mesmo micro. Em geral é instalado um boot manager, que pergunta qual sistema deve ser inicializado cada vez que o micro é ligado.
Duron (AMD)
Processador da AMD, lançado com o objetivo de concorrer com o Celeron no mercado de processadores de baixo custo. Arquitetura idêntica ao AMD Athlon, mas com apenas 64 KB de cache L2. Originalmente lançado em versões de 600, 700 e 800 MHz.
DVD
Digital Versatile Disk, armazena muito mais dados que o CD-ROM, sendo atualmente usado para armazenar filmes.
"E"
E1
Um link de alta velocidade que pode ser alugado na Europa, que oferece acesso bidirecional a 2 Mbps.
EBPP
Electronic bill presentment and payment, apresentação e pagamento de contas por meio eletrônico. É como é chamado o envio de contas e boletos via Internet. Ao assinar um serviço qualquer, ou comprar numa loja online, você recebe um boleto, que pode ser impresso e pago num banco, ou mesmo pago online.
ECP
Extended Capabilities Port é o padrão atual para a porta da Impressora, bem mais rápido que os padrões anteriores.
EDO RAM
Extended Data Output Dynamic Ramdom Access Memory, evolução das memórias FPM, usada principalmente em micros Pentium antigos.
Eiffel
Uma linguagem de programação desenvolvida pela ISE. A linguagem foi disponibilizada em 1986, junto com um compilador para Windows, não sofrendo mudanças desde então. O compilador Eiffel gera código em C, que pode ser modificado e recompilado posteriormente usando um compilador C.
EISA
Extended Industry Standard Architecture, barramento encontrado em algumas placas mãe para micros 386 e 486, que aparece na forma de slots marrons, um pouco mais altos que os slots ISA. Apesar de ser um barramento mais rápido, os slots EISA mantém compatibilidade com placas ISA comuns.
Emulador (Emulator)
Um programa que simula o ambiente de um outro computador. Existem atualmente emuladores para PC que emulam quase todos os equipamentos antigos, desde video games até sistemas como o MSX e Amiga. O problema dos emuladores é que por trabalharem traduzindo instruções, sempre há perda de desempenho. É preciso um Pentium para rodar satisfatoriamente um jogo de Mega Drive, um equipamento completamente ultrapassado. EPIC
Explicitely Parallel Instruction Computing, um termo inventado pela Intel para referir-se ao processador Itanium (antigo Merced). Este processador usa uma arquitetura VLIW, processando várias instruções como se fossem uma única, o termo EPIC surgiu para disfarçar este fato, fazendo parecer que o processador usa uma arquitetura completamente nova. Na prática os dois termos tem o mesmo significado, o que muda é apenas o Marketing.
EPP
Enhanced Parallel Port, padrão de porta paralela anterior ao ECP, tem a mesma velocidade, mas não suporta DMA
ESCD
É uma pequena área de memória, localizada no chip do BIOS, que armazena as configurações do plug-and-play, referente aos endereços e recursos utilizados por cada periférico. Os dados armazenados no ESCD são alterados sempre que há qualquer mudança no hardware do micro, alteração que pode ser feita tanto pelo BIOS quanto pelo sistema operacional. No Setup de algumas placas existe a opção "Force Update ESCD", que limpa o ESCD, forçando uma nova detecção. Esta opção costuma resolver alguns conflitos de hardware.
ESDI
Enhanced Small Device Interface, um padrão de interface para a Conexão de discos rígidos desenvolvido no início da década de 80 por um Consórcio de fabricantes. Lento e problemático, o EDSI chegou a ser usado por algum tempo, mas foi logo substituído pelas interfaces SCSI e IDE, usadas atualmente.
Ethernet
É o padrão de rede mais usado atualmente. O padrão consiste em placas de rede, cabos, hubs e outros periféricos de rede compatíveis entre sí. Existem basicamente dois padrões Ethernet, 10 e 100, que se diferenciam pela velocidade. Uma placa Ethernet 10/10 transmite dados a 10 Mbits, enquanto uma 10/100 transmite a 100 Mbits, podendo transmitir também a 10 caso ligada a uma placa 10/10.
EULA
End User License Agreement. O contrato que você aceita antes de instalar os programas, geralmente sem ler
Expansion Card
Placa de expansão. Placa que ao ser instalada adiciona alguma funcionalidade ao micro, como uma placa de som, modem, placa SCSI, etc.
"F"
Faillover
Um sistema de "backup" que visa aumentar a confiabilidade de sistemas de missão crítica, grandes servidores de banco de dados por exemplo. Caso algum componente, um processador, ou mesmo um servidor inteiro apresente algum problema, ou mesmo seja intencionalmente desligado para manutenção, o sistema de backup entra em cena, substituindo o sistema titular. Naturalmente este tipo de solução é mais cara, pois é necessária redundância, mais de um componente para fazer o trabalho de um.
Falt Torerance
Tolerante a Falhas. É um sistema preparado para continuar funcionando caso haja alguma falha de hardware ou software. Existem vários níveis de tolerância, como por exemplo usar dois HDs em RAID 1, onde o segundo HD armazena uma cópia exata dos dados contidos no primeiro. Caso o HD principal falhe, a Controladora mudará imediatamente para o segundo, permitindo que tudo continue funcionando como se nada tivesse acontecido. Um nível mais alto seria usar dois ou mais servidores completos no mesmo sistema, onde caso o primeiro falhasse o segundo assumiria imediatamente. Um nível mais baixo seria fazer um simples backup para evitar perda de dados ou mesmo usar um no-break para se prevenir de falhas na corrente elétrica.
FAQ
Frequently Asked Questions. As perguntas mais comuns sobre algum tema. Para ler antes de perguntar.
FAT
File Allocation Table ou Tabela de alocação de arquivos. Num HD armazena a lista dos endereços ocupados por cada arquivo guardado, permitindo que estes sejam encontrados quando necessários.
FDD
Floppy Disk Drive. O drive de disquetes, hoje o mais ( e ainda) usado é o de 1,44MB de capacidade, para disquetes de 3,5" de tamanho.
FDDI
Fibre Distributed Data Interface, um padrão ANSI, que utiliza cabos de fibra óptica para criar links de 100 Mbps, com alcance de até 2 KM. Muito usado em backbones, apesar de já ser um padrão obsoleto atualmente.
Ferrite
Material composto basicamente de óxido de ferro, usado na camada magnética de fitas K-7, fitas de vídeo, disquetes e HDs muito antigos. Também usado como núcleo de bobinas de FI de radio e televisores.
FidoNet
Rede mundial de BBS, baseada no uso do protocolo Fido, interligando computadores usando o sistema telefônico. Já foi razoavelmente popular, mas com o aparecimento da Internet entrou em vias de extinção.
File Server
Servidor de arquivos. Computador de disponibiliza arquivos através da rede. Existem dois tipos de servidores de arquivos, o servidor dedicado, que executa apenas esta tarefa, e o não dedicado, que além de disponibilizar arquivos executa outras funções. Um micro usado pela secretária, mas que ao mesmo tempo compartilha arquivos na rede é um exemplo de servidor não dedicado.
Finger
Comando Unix que permite obter informações sobre usuários de uma máquina.
Firewall
"Parede de fogo" ou "Muro de fogo", programa ou componente dedicado, que protege a rede contra invasões externas e acessos não autorizados. Atualmente os firewall estão deixando de fazer parte apenas das redes de grandes empresas, para proteger também os usuários domésticos.
Firmware
Conjunto de instruções essenciais para o funcionamento do Dispositivo. Atualmente encontramos firmwares em vários dispositivos, como modems, gravadores de CD, etc. O firmware é armazenado em um chip de memória ROM ou memória Flash no próprio dispositivo.
Flex-ATX.
Este é um formato de placa ainda menor que o Mini-ATX, com espaço para apenas dois slots de expansão. A idéia seria uma placa de baixíssimo custo, com video, som e rede onboard e mais um ou dois slots para que o usuário possa incluir mais alguma coisa.
Footprint
Apesar de um tanto quanto fora de moda, este termo tem dois Significados. É usado para referir-se ao espaço físico ocupado pelo micro (big-footprint por exemplo é um PC que ocupa muito espaço no chão) e também pare referir-se ao espaço no HD consumido por um programa ou arquivo qualquer.
Form Factor
O formato e tamanho de um determinado periférico. Este termo é mais usado em relação a placas mãe. "ATX form factor" por exemplo se refere ao formato padrão para uma placa mãe ATX.
FPM RAM
Fast Page Mode RAM, é o tecnologia de memória RAM anterior às EDO mas posterior às memórias regulares. A tecnologia FPM consiste em enviar apenas uma vez o endereço de linha e em seguida enviar vários endereços de colunas seqüenciais, ganhando tempo.
FPS
Frames per Second ou Quadros por segundo. Expressão relacionada ao frame-rate, indica o número de quadros por segundo em um jogo, vídeo, ou qualquer outro tipo de imagem em movimento. Quanto mais quadros por segundo mais perfeita será a movimentação. No cinema temos 24 quadros, na TV temos 30, nos jogos o ideal é também acima de 30 quadros.
Freeware
Programa que pode ser usado gratuitamente. Não é a mesma coisa que de domínio público. O programa continua pertencendo ao seu criador.
Frontside Bus
O barramento de dados que conecta o processador à memória RAM. O Backside Bus por sua vez, é o barramento rápido que conecta o núcleo do processador ao cache L2 em processadores que trazem cache L2 embutido, como os Pentium II e III, Celeron, Athlon, etc.
FTP
File Transfer Protocol ou Protocolo de Transferencia de Arquivos. É um protocolo usado para transferir arquivos pela Internet.
Full Duplex
Usado em relação a placas de rede e outros dispositivos de comunicação. Diz respeito a um dispositivo, a um modo de operação onde dados podem ser transmitidos e recebidos simultaneamen
"G"
G4
Desenvolvido pela Motorola, o G4 é o sucessor dos G3, destinado aos Macintoshs. Apesar de utilizarem conjuntos de instruções diferentes, o que assegura as incompatibilidades a nível de software, tanto os G4, quanto os processadores utilizados em micros PC são semelhantes em termos de arquitetura. Ao contrário do que se costuma pensar, o G4 não é um processador RISC, mas pode ser definido como um processador Post-RISC. O G4 possui um enorme conjunto de instruções, mas todas instruções que podem ser convertidas pelo Hardware decoder e em seguida processadas. O Hardware Decoder é extremamente rápido, não comprometendo o desempenho do processador. De fato, a perda de desempenho por usar este grande conjunto de instruções que precisam ser quebradas em instruções menores é de menos de 1%. É por isso que os processadores atuais abandonaram a idéia RISC original: a perda de desempenho é ínfima perto do ganho de flexibilidade. Entretanto, o G4 paga um preço relativamente alto por este conjunto de instruções uniforme, que é o fato de não ser compatível com os processadores usados anteriormente nos Macs, com excessão naturalmente do G3, que usa o mesmo conjunto de instruções que ele. Mais um detalhe é que G4 traz um conjunto de instruções especiais unificado, o Altivec, que inclui tanto instruções 3D (como no 3D-Now!), quanto instruções multimídia (como no MMX)
Gateway
O mesmo que roteador. Serve para interligar duas redes distintas, a Internet é formada por inúmeros roteadores interligados, cada um servindo como meio de conexão para um rede distinta.
GDI
Graphical Device Interface, é a linguagem de gráficos nativa do Windows. Algumas impressoras como as Winprinters da HP possuem drivers que obtém as imagens a serem impressas através de comandos GDI do Windows. Com isto a impressora funciona apenas dentro do Windows, porém fica um pouco mais barata, pois não são necessários parte dos circuitos de processamento de gráficos.
Geek
Originalmente este termo é usado em relação a pessoas com problemas sociais, com comportamentos estranhos, etc. Mas, com o surgimento da informática, e principalmente da Internet, o termo Geek começou a ser usado também em relação a aficionados ou hackers, que possuem profundos conhecimentos em alguma, ou várias área da informática. Muitos adotam espontaneamente esta designação.
Gigaflops
Medida de desempenho, bilhões de operações de ponto flutuante que um processador pode executar por segundo.
GNOME
GNU Network Object Model Environment, interface gráfica bastante elaborada desenvolvida para o Linux nos termos da licença GNU, ou seja, do software livre.
GPF
General Protection Fault. Um GPF acontece quando um programa invade uma área de memória já ocupada por outro programa, causando um travamento.
GPPM
Graphics pages per minute, ou páginas de gráficos por minuto. É uma medida de velocidade para impressoras quando são impressas páginas com imagens ou outros tipos de gráficos. Normalmente o número de páginas com gráficos por minuto é muito menor do que o número de páginas com texto por minuto.
Green Book
Este padrão também é chamado de CD Interativo, ou CD-I, e foi desenvolvido em 1986 pela parceria Philips e Sony, responsáveis por outros padrões de CDs, tanto de áudio quanto de dados. Este formato foi desenvolvido para ser usado em CDs de multimídia, que trouxessem gráficos, texto, imagens e sons e pudessem ser visualizados usando um aparelho especial ligado à TV. Este formato nunca foi muito usado e hoje está extinto.
GPU
graphics processing unit, é o que costumamos chamar popularmente de chipset de vídeo, que por sua vez é usado para criar as placas de vídeo 3D. De maneira genérica, é um processador dedicado, especializado em criar imagens tridimensionais.
"H"
Hacker
Alguém que estuda sistemas ou qualquer tipo de conhecimento humano pelo simples desafio de domina-los. No sentido original da palavra, o Hacker é alguém que usa seus conhecimentos para ajudar outros, direta ou indiretamente. Hackers foram os principais responsáveis pelo desenvolvimento da Internet. Hackers criaram o Linux, o MP3 e a filosofia do software livre. Atualmente o termo vem sendo erradamente usado em relação aos Crackers, que invadem sistemas e promovem outras modalidades de baderna virtual. Hackers usam sua inteligência de maneira positiva, constróem coisas. Crackers as destroem.
Half Duplex
Usado em relação a placas de rede e outros dispositivos de comunicação. Operando neste modo, o dispositivo pode transmitir e receber dados, mas uma coisa de cada vez.
Hard Error
Usado em relação a discos rígidos. Um Hard Error ocorre sempre que não é possível ler dados armazenados num setor qualquer do HD, mesmo depois de várias re-leituras. O setor é marcado com defeituoso (bad cluster) por programas como o scandisk para que não seja mais usado. Mas de qualquer forma não é possível recuperar os dados anteriormente gravados. Este tipo de erro é causado por danos na superfície magnética do HD, não tem conserto.
HDA
Head Disk Assembly, todos os componentes mecânicos do HD, incluindo cabeças e braço de leitura, actuator, discos magnéticos e outros mecanismos, que ficam protegidos dentro de uma caixa lacrada.
HDD
Hard Disk Drive. A mesma coisa que disco rígido, ou HD, antigamente éra chamado de Winchester.
Head Crash
Impacto que pode danificar a cabeça de leitura, ou os discos magnéticos de um HD. Ocorre quando a cabeça de leitura acidentalmente entra em contato com os discos magnéticos, ou quando uma partícula de poeira choca-se com ambos. Para evitar este problema, os HDs são lacrados para evitar qualquer contaminação externa.
Headhunters
Caçadores de talentos. São contratados por empresas para encontrar o candidato ideal a algum cargo executivo importante. Na grande maioria dos casos estes profissionais são encontrados trabalhando em outras empresas. A função do Headhunter é encontra-los e "seduzi-los" para mudarem de emprego.
Hexadecimal
Um sistema numérico com 16 dígitos, onde os dígitos de 1 a 10 são representados por números de 0 a 9, e os dígitos de 11 a 16 são representados por letras, que vão de A a F. Cada número em Hexa representa um grupo de 4 bits (que também permitem 16 combinações). Este sistema é muito usado para representar endereços e dados em sistema binário. Ao invés de seqüências como 1000 ou 1010, podem ser usados os equivalentes em hexa: 8 e A. Dois números em Hexa podem ser usados para representar um Byte, formato por 8 bits. O Byte 10001010 por exemplo, vira 8A.
Heat Sink
Dissipador, a chapa de metal que colocamos sobre o processador para resfria-lo. Em geral colocamos sobre ele um Fan, o ventilador. O Heat sink junto com o Fan forma o conjunto que chamamos de cooler.
Host
Servidor, numa rede é o computador que hospeda os arquivos ou recursos (modem, impressora, etc.) que serão acessados pelos demais micros da rede. O servidor disponibiliza e os clientes, ou guests acessam os recursos disponibilizados. Na Internet todos os micros são chamados de host, independentemente de disponibilizarem algo.
Host adaptor
Uma placa (que pode também vir onboard na placa mãe) que interliga dispositivos a um dos barramentos da placa mãe (PCI, ISA, etc.) geralmente adicionando algum tipo de recurso. Dois exemplos são as controladoras SCSI e as interfaces IDE da placa mãe.
Hot Plug PCI
Uma tecnologia que permite a troca "a quente" de placas PCI. Atualmente esta tecnologia é encontrada apenas em alguns servidores, mas nada impede que possa ser adotada também em PCs domésticos no futuro. Numa placa mãe com slots PCI hot plug, é possível substituir placas com o servidor ligado, sendo que a alteração é automaticamente detectada.
Hot Swap
Troca a quente. Encontrado sobretudo em servidores, este recurso permite substituir HDs ou até mesmo placas PCI com o equipamento ligado. Nos micros domésticos, representantes do Hot Swap são as portas USB e PCMCIA, que também permitem instalar o desinstalar periféricos com o micro ligado.
HPC
O mesmo que Handheld PC, ou seja um micro de mão. Numa conotação mais exata, este termo refere-se aos micros de mão com o Windows CE da Microsoft.
HSSI
High-Speed Serial Interface. É um padrão de interface de rede bastante rápido, projetado para interligar várias redes, distantes geograficamente. Apesar de ser uma interface serial, podendo utilizar um único fio de cobre, o HSSI transmite a respeitáveis 52 mbps. Este padrão foi desenvolvido numa parceria entre a Cisco Systems e a T3plus Networking.
HTML
Hyper Text Markup Language. Uma linguagem de formatação de texto Desenvolvida nos primórdios da Internet, mas padrão até hoje.
HTTP
Hyper Text Transfer Protocol. Foi desenvolvido originalmente para Transferir páginas HTML, mas pode e é usado também para outros tipos de arquivo. As páginas WEB são acessadas usando-se este protocolo.
"I"
IDE
Integrated Device Electronics. Barramento de dados que serve para a conexão do disco rígido, CD-ROM e outros dispositivos.
I/O
Input/Output, ou "entrada e saída". Descreve qualquer troca de dados entre dois dispositivos (a memória RAM e o processador por exemplo) ou mesmo entre o computador e o usuário (um texto digitado no teclado (entrada), uma página impressa na impressora (saída), etc.). Um "dispositivo de I/O" é um periférico qualquer que permite esta troca de dados. No caso do processador e a memória, o responsável é o controlador de memória, um dos dispositivos que forma o chipset da placa mãe. No caso do computador e usuário, ou dispositivos de entrada são o teclado, mouse, joystick, etc. e os dispositivos de saída são o monitor, impressora, caixas acústicas, leds, entre outros.
IEEE 1394
O mesmo que Fireware. Um barramento de dados bastante rápido, desenvolvido pela Apple. As interfaces Fireware podem ser usadas por câmeras digitais, CD-ROMs, impressoras e até mesmo impressoras. É razoavelmente comum nos Macintoshs, mas não nos PCs, onde o mais comum são as interfaces USB.
Interpolação
Um processo utilizado por scanners, câmeras digitais, entre outros dispositivos, suportado também pela maioria dos programas de tratamento de imagens que permite aumentar artificialmente a resolução das imagens, adicionando pontos de cores intermediárias entre os já existentes. Com isto evita-se que os pontos da imagem "estourem" ao esticar uma imagem de baixa resolução. Este processo não aumenta o número de detalhes na imagem, é apenas um quebra-galho.
Intranet
É uma rede corporativa que utiliza as mesmas tecnologias que vemos na Internet: protocolo TCP/IP, DNS, páginas Web, FTP, e-mail, etc. porém tudo restrito à rede da empresa.
IRQ
Interrupt Request Line. Funciona uma campainha que cada Dispositivo pode usar quando quiser transferir dados ou instruções para o processador. Existem apenas 16 IRQs nos micros PC, dois dispositivos não podem usar o mesmo endereço
ISA
Industry Standard Architeture, padrão de barramento desenvolvido para os micros 286, mas usado até hoje. Os slots pretos da placa mãe, são de 16 Bit's e 8MHz
ISDN
Integrated Services Digital Network. Permite acessar a Internet a 128 K usando a linha telefônica. Disponível na maioria das cidades, mas pouco usado por causa das altas tarifas.
ISP
(Internet Service Provider) - É o mesmo que provedor de acesso. Uma compania que fornece acesso às Internet a particulares ou empresas, seja através de linha telefônica (acesso discado), seja através de tecnologias como ISDN, ADSL, Cabo, etc.
"J"
Java
Linguagem de programação multiplataforma, com uma sintaxe parecida com o C++, porém com bibliotecas diferentes. Os programas em java podem ser executados em qualquer sistema operacional, desde que a Java Virtual Machine esteja instalada. Este é um programa que converte o código java em comandos que o sistema operacional possa executar, existem máquinas virtuais para vários sistemas operacionais. O problema é que devido ao processamento executado pela máquina virtual, o programa torna-se muito mais pesado do que seria caso escrito diretamente para a plataforma. Compatibilidade em detrimento da performance.
Jumper
Ligação de um ponto a outro em um circuito elétrico; Sistema usado para configuração de placas de circuito como placa mãe, placa de som, etc. Usado para fechar um circuito promovendo a passagem de sinal elétrico.
"K"
Kermit
Um protocolo de transferência de arquivos e emulação de Terminal muito usado na época dos BBS´s. Porém é pouco usado atualmente, já que o protocolo de transferência de arquivos mais usado na Internet é o FTP.
Kylix
Uma versão Linux do Delphi, desenvolvido pela própria Borland. O Kylix tem uma interface quase idêntica à do Delphi para Windows e é Compatível com os códigos fonte dos programas gerados no Delphi 6 (ou superior), com isto, é possível criar uma versão Linux de um programa originalmente desenvolvido para Windows simplesmente recompilando o código-fonte do programa no Kylix, e vice-versa. Existem três versões do Kylix, Server Developer, Desktop developer e Open Edition. As duas Primeiras são destinadas ao desenvolvimento de softwares comerciais e são pagas. A Open Edition é gratuíta, mas pode ser usada apenas para desenvolver programas de código aberto.

"L"
Lammer
Alguém que acha que sabe muito, quando na verdade só fala e faz besteiras. É usado também com relação a alguém muito chato.
LAN
Local Área Network. Qualquer rede de micros que englobe um pequeno espaço, uma sala ou mesmo um prédio.
LaTex
O LaTex é um sistema de edição de textos que vem ganhando popularidade sobretudo na área acadêmica. Existem vários editores LaTex, a grande maioria gratuítos, para vários sistemas, muitos para Linux, alguns para Windows e outros sistemas. Uma vez configurado para aplicar a formatação adequada, o LaTex a aplica automaticamente sobre o texto, permitindo que o autor se concentre no conteúdo do texto e não na formatação.
LBA
Logical Block Addressing. Um método de tradução que permite ao BIOS reconhecer HDs com mais de 528 MB. Suportado por todas as placas mães atuais.
LCD
Os monitores de cristal líquido que estão aparecendo no mercado. Trazem como vantagem o fato de serem mais finos e leves, consumirem menos eletricidade, terem tela 100% plana e não emitirem radiação nociva. As desvantagens são o preço bem mais alto e uma menor versatilidade em termos de resoluções de tela permitidas.
LED
Light-emitting Diode, ou diodo emissor de luz. Os LEDs tem um funcionamento parecido com outros tipos de diodos usados em eletrônica, sua particularidade é o fato de emitirem luz visível. Os LEDs tem várias aplicações. A mais comum é servirem como indicadores de atividade em gabinetes, notebooks, TV's, etc. indicando que o dispositivo está ligado ou em atividade. Neste caso, a principal vantagem dos LEDs sobre lâmpadas comuns é o fato de um LED de boa qualidade poder ser ligado e desligado milhões de vezes antes de se queimar e ainda por cima consumir menos eletricidade. Os LEDs são muito usados ainda para transmissão de dados através de cabos de fibra óptica e iluminação de monitores de LCD. A maioria dos controles remotos de TVs e outros aparelhos usam IREDs, um tipo especial de LED que emite luz infravermelha.
Legacy
De legado, expressão usada para descrever um componente, programa ou protocolo, antigo, mas que continua compatível com os sistemas atuais, embora às vezes com algumas limitações
Lei de Moore
A "profecia" feita por Gordon Moore, um dos fundadores da Intel, feita durante a década de 70 de que apartir dali a potência dos Processadores dobraria a cada 18 meses. A lei de Moore sobreviveu durante mais de duas décadas, e ainda não parece ter prazo de validade definido. Muitos acreditam que os processadores possam continuar dobrando de potência a cada 18 meses, ou até em menos tempo pelos próximos 50 ou 80 anos. Apesar do ciclo evolutivo dos transistores estar próximo do fim, eles ainda devem continuar evoluindo por pelo menos mais uma década, até os limites das técnicas de 0.02 mícron, onde cada gate terá o equivalente a apenas um átomo de ouro de espessura. Atualmente estamos migrando dos 0.18 para os 0.13 mícrons, ainda restam pelo menos mais 5 gerações pela frente, as barreiras de 0.10, 0.07, 0.05, 0.03 e 0.02 mícron. Depois disso, ainda restará aos fabricantes otimizar suas arquiteturas e adicionar mais transístores. Esgotadas as possibilidades dos transístores, ainda restam os chips óticos, os nanotubos, os processadores quânticos e o que mais poderá surgir pela frente. A evolução dos computadores não deverá parar tão cedo
Lei de Murpy
Segundo esta lei "infalível", se algo puder dar errado, pode ter certeza que algum dia realmente dará. O seu HD vai pifar, um vírus vai apagar o bios da placa mãe, sua fonte vai explodir, vai acabar a luz dois segundos antes de você salvar uma apresentação que ficou a tarde toda fazendo e o CD onde você tinha gravado um backup de tudo, ainda por cima vai explodir dentro do drive . A história oficial conta que Murpy era um pesquisador, que durante a década de 40, fez uma experiência que consistia em monitorar as funções vitais de um paciente usando 80 eletrodos colados em pontos estratégicos do corpo. O tal Murpy conseguiu dar a sorte de colar todos os eletrodos nos lugares errados e a experiência resultou num fracasso completo. Inconformado, ele professou a "lei", que continua em voga por tempo indefinido.
Load
Carregar, instrução usada para abrir arquivos, programas ou, num nível mais baixo, gravar dados na memória
Login
É o procedimento de identificar-se em uma rede, ou em qualquer outro serviço informando seu nome de usuário e senha.
Loop
Um conjunto dei instruções que são repetidas até que uma certa condição seja atingida, "enquanto x < 1000 faça: x = x + 1". Caso haja algum erro no programa e esta condição nunca seja atingida, o programa simplesmente "entrará em loop", ficará repetindo indefinidamente as mesmas instruções, consumindo todos os recursos do sistema, até que seja finalizado, ou que o sistema seja reinicializado.

"M"
MAC
Macintosh Computer. Desenvolvido pela Apple, foi em 84 o primeiro micro doméstico a usar interface gráfica e modem. A arquitetura continua evoluindo até hoje, sendo a principal concorrente dos micros PC.
Matriz Ativa
Existem atualmente duas tecnologias de fabricação de telas de LCD, conhecidas como matriz passiva (DSTN) e matriz ativa (TFT). As telas de matriz passiva apresentam um angulo de visão mais restrito, e um tempo maior é necessário para a imagem ser atualizada. Enquanto num monitor CRT, um ponto demora cerca de 15 a 20 milessegundos para mudar de cor, num monitor LCD de matriz passiva são necessários entre 150 e 250 milessegundos. Por isso que é tão difícil enxergar o cursor do mouse na tela de um notebook, ou mesmo rodar programas ou jogos que demandem mudanças rápidas de imagem de uma forma aceitável. A própria imagem nestes monitores apresenta uma qualidade inferior, devido ao baixo contraste. Felizmente os monitores de matriz passiva são encontrados apenas em equipamentos antigos, não sendo mais fabricados atualmente. Os LCDs de matriz ativa, usados atualmente, já apresentam uma qualidade muito superior, com um tempo de atualização de imagem mais próximo do dos monitores CRT, entre 40 e 50 milessegundos. Isto significa entre 20 e 25 quadros por segundo, o que já é suficiente para assistir a um filme em DVD por exemplo, apesar de ainda atrapalhar um pouco nos jogos de ação, onde a imagem é alterada muito rapidamente. Os monitores de matriz ativa também um maior ângulo de visão e contraste maiores, além de serem mais finos e leves.
MBR
Master Boot Record. A trilha zero do HD, onde ficam guardadas as informações sobre o sistema operacional.
MCA
Micro Channel Architecture, barramento de dados introduzido pela IBM em 1987 para substituir o ISA. Como era um barramento proprietário da IBM, as placas MCA nunca se tornaram padrão, sendo usadas apenas em alguns PCs da própria IBM. As placas MCA não são mais utilizadas atualmente, sendo bastante raras.
MDA e CGA
Os primeiros PCs ofereciam apenas duas opções de vídeo, o MDA (Monocrome Display Adapter) e o CGA (Graphics Display Adapter). Entre os dois, o MDA era o mais primitivo e barato, sendo limitado à exibição de textos com uma resolução de 25 linhas por 80 colunas, permitindo mostrar um total de 2.000 caracteres por tela. Como o próprio nome sugere, o MDA era um padrão de vídeo que não suportava a exibição de mais de duas cores. Para quem precisava trabalhar com gráficos, existia a opção do CGA, que apesar de ser mais caro, podia exibir gráficos numa resolução de 320 x 200. Apesar do CGA possuir uma palheta de 16 cores, apenas 4 podiam ser exibidas ao mesmo tempo. O CGA também pode trabalhar com resolução de 640 x 200, mas neste caso exibindo apenas textos no modo monocromático, como o MDA. Apesar de serem extremamente antiquados para os padrões atuais, o MDA e o CGA atendiam bem os primeiros micros PC, que devido aos seus limitados recursos de processamento, eram restritos basicamente a interfaces somente-texto.
Microcode
Microcódigo, as instruções de um processador, que ficam armazenadas em alguma área de memória não volátil incluída no chip. O microcódigo dos processadores x86, como o Pentium III e o Athlon é composto por 184 instruções, além de instruções MMX, SSE, 3D-Now! Ou outros conjuntos alternativos que eventualmente sejam suportados.
Microdriver
Uma tecnologia desenvolvida pela IBM que consiste em HDs minúsculos, que utilizam discos magnéticos de apenas uma polegada de diâmetro. Estes HDs são vendidos na forma de cartões PCMCIA, e são destinados a notebooks, câmeras digitais e portáteis em geral. Os primeiros modelos armazenavam apenas 35 MB, os atuais armazenam até 1 GB de dados.
Middleware
Um programa que permite que dois sistemas diferentes posam comunicar-se. Por exemplo, permitir que um determinado programa, capaz de acessar um determinado banco de dados, possa acessar bancos de dados em outros formatos. Outro exemplo é a possibilidade de permitir que servidores de diferentes plataformas trabalhem em conjunto. Que tal servidores Alpha e Linux combinados num sistema de processamento paralelo? É uma das possibilidades.
Micron
Medida usada para entre outras coisas medir o tamanho dos transístores que formam um processador. 1 micron equivale a 1 milésimo de milímetro. O Pentium II por exemplo utilizava transístores de 0.35 ou 0.25 mícron, dependendo da versão. Quanto menores os transístores, mais complexo o chip poderá ser, mais barato será de se produzir e será possível alcançar frequências mais altas.
MIME
Multipurpose Internet Mail Extension, formatação que permite o envio de arquivos de qualquer tipo um e-mails. Os e-mails formatados em Mime são compatíveis com praticamente todos os servidores, porém os arquivos ficam muito maiores devido à formatação.
MiniDisc (MD)
Um padrão desenvolvido pela Sony, que armazena áudio digital em pequenos discos ópticos, semelhantes a um CD, mas com apenas 2.5 polegadas de diâmetro. Cada MD armazena apenas 140 MB de dados, contra 650 MB de um CD, mas, como nos MDs o áudio é gravado de forma compactada, num formato semelhante ao MP3, é possível armazenar os mesmos 74 minutos de música. Os MDs são bastante populares no Japão, onde é possível encontrar tanto MDs somente leitura, quanto disquinhos graváveis.
Modo real e Modo protegido
A fim de manter compatibilidade retroativa com os programas escritos para micros XT e 286, os processadores modernos possuem dois modos de operação, chamados de modo real e modo protegido. Operando em modo real, o processador funciona exatamente como um 8088 (o processador usado no XT), apenas trabalhando com uma velocidade maior. Não somente o 386, mas todos os processadores atuais podem alternar entre o modo real e o modo protegido. No modo real, rodamos o MS-DOS e outros aplicativos de modo real mais antigos, enquanto no modo protegido rodamos o Windows e seus programas. Com certeza, alguma vez ao tentar rodar um programa antigo, você já se deparou com uma enigmática mensagem de falta de memória, apesar dos manuais do programa dizerem que ele precisa apenas de 500 ou 600 KB de memória e você ter instalados 16, 32, 64 ou mesmo 128 Megabytes no seu computador. Estas mensagens surgem por que estes programas rodam com o processador operando em modo real, onde como o 8086 ele é capaz de reconhecer apenas o primeiro Megabyte da memória RAM. Este primeiro Megabyte por sua vez, é subdividido em dois blocos, chamados de memória convencional e memória estendida. A memória convencional corresponde aos primeiros 640 Kbytes da memória, e é a área de memória usada pelos programas que operam em modo real. Os 384 Kbytes restantes são chamados de memória superior, e são reservados para armazenar uma cópia do Bios, que passa a ser executado mais rapidamente, já que a memória RAM é muito mais rápida do que o chip de memória Rom ou Flash onde ele é originalmente armazenado. Esta cópia do Bios é chamada de "Shadow", ou sombra, e serve para aumentar o desempenho geral do sistema. A memória superior também é usada para armazenar sombras dos Bios de outros dispositivos, como placas de vídeo, aumentando também a velocidade de operação destes periféricos.
Modem
Contração de Modulador / Demodulador, transforma os sinais digitais em sons que podem ser transmitidos pelo sistema telefônico comum, que são decodificados pelo modem receptor. Os modems ainda são o meio de acesso mais popular à Internet.
Mosaic
Foi um dos primeiros browsers desenvolvido nos primórdios da Internet pala National Center for Supercomputing Applications (NCSA). O Mosaic ainda continua sendo desenvolvido até hoje, mas seus recursos ficam muito longe dos browsers mais usados.
Motor de passo (Stepper Motor)
O mecanismo que movimenta as cabeças de leitura em drives de disquete e HDs muito antigos. É um sistema extremamente lento, impreciso e problemático. Uma tecnologia que já estava ultrapassada a 20 anos atrás. Os HDs modernos utilizam outro componente, chamado actuator, um sistema muito mais preciso, para esta função.
Mousetrapping
É bem possível que você já tenha caído nesta "armadilha" Ao acessar algum site pornô, de algum cassino, etc. Ao tentar fechar a Janela do browser, ou digitar uma nova URL, será aberta uma nova janela do browser do mesmo site, impedindo que o usuário saia. É um truque sujo usado para tentar aumentar o número de hits. A solução é finalizar o browser pelo gerenciador de tarefas ou então reiniciar o micro.
MP3
MPEG Layer 3. Padrão de compactação de áudio que permite que as músicas fiquem com 1/10 do tamanho original sem uma degradação muito grande da qualidade.
MTBF
Mean Time Between Failure, a vida útil média de um determinado componente. Em geral é informado pelo fabricante nas especificações do produto.
MTTR
Mean Time To Repair, o tempo médio necessário para reparar defeitos em um componente ou produto.
MTU
Maximum Transmission Unit, são os pacotes de dados transmitidos através da rede. Ao receber um pacote, o micro receptor o checa, caso esteja tudo OK envia para o micro emissor um sinal de confirmação e aguarda os próximos pacotes. Caso algum pacote chegue corrompido, é solicitada a retransmissão. Quanto pior for a conexão, mais retransmissões terão de ser feitas e pior será o desempenho da rede. O MTU defaut do Windows 95 é 1500, em outros sistemas o mais comum é 576. Caso a conexão esteja boa, pacotes maiores podem melhorar um pouco o desempenho da rede. Em linhas conexões muito ruins pacotes menores são a melhor escolha.
Multilink
O nome com o qual o serviço de acesso via ISDN é oferecido em muitas cidades. O termo multilink ressalta a característica do ISDN de ser composto por duas linhas, podendo usar uma para voz e outra para dados, ou conectar com ambas, acessando a 128 Kbps. Veja também: ISDN
Multi-Timbral
Especificação que diz quantos instrumentos simultâneos um sintetizador de som é capaz de reproduzir.
"N"
NC
(Network Computer) - Esta é uma idéia em moda desde o tempo dos terminais burros. A idéia é usar computadores simples e baratos, ligados a potentes servidores, que fariam a maior parte do processamento e armazenamento de informações. Hoje em dia não é uma idéia tão popular, pois o dinheiro economizado nos terminais acaba sendo gasto para melhorar a configuração do servidor e a velocidade de transmissão da rede. De qualquer forma, existe uma versão do Windows NT, a Terminal Server Edition, que permite uma estrutura assim, onde todo o processamento é feito no servidor e as estações se limitam a mostrar as imagens no monitor. É possível então usar micros 386 sem sequer disco rígido para rodar o Office 2000 por exemplo, mas o desempenho ficará limitado à velocidade do servidor e da rede.
Network
Rede de computadores, vários computadores, sejam PCs ou aparelhos de qualquer plataforma interligados. Existem vários tipos de redes locais ou de longa distância. A Internet é uma rede mundial.
Nibble
É um conjunto de quatro bits, que pode ser representado através de um número hexadecimal. Os números em hexa são 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, A, B, C, D, E, F, onde as letras representariam os números de 10 a 15. Com isto, temos as mesmas 16 combinações possíveis num grupo de 4 bits. Dois nibbles, ou dois números em hexa podem ser usados para representar um byte, formado por 8 bits.
NIC
Network Interface Card, o mesmo que placa de rede.
Noise
Interferência que prejudica a comunicação entre componentes eletrônicos, especialmente em redes de computadores. As fontes mais comuns de interferência são ondas de rádio de alta freqüência (como as emitidas por celulares), cabos elétricos próximos e má conservação dos cabos.
Northbridge
A maioria dos chipsets ainda são divididos em ponte norte e ponte sul. A ponte norte, ou northbridge é o chip maior, responsável pela maioria das funções, comunicação do processador com a memória RAM, barramntos AGP e PCI, etc. A Southbridge, ou ponte sul por sua vez, é o chip menor, encarregado de funções "menos essenciais", como controlar as interfaces IDE e o barramento ISA da placa mãe, assim como as portas seriais, paralela, USB, teclado, etc.
NTFS
NT File System. O sistema de arquivos usados pelo Windows NT e Windows 2000. O NTFS apresenta uma confiabilidade muito superior à Fat 32 utilizada pelo Windows 98.
"O"
OCR
Optical Character Recognition. Tecnologia que permite reconhecer caracteres de texto em imagens, transformando-os em texto editável. A grande maioria dos scanners acompanha pelo menos um programa de OCR, que podem ser usados para obter texto de páginas impressas, substituindo a digitação manual.
ODBC
Open Database Connectivity, padrão criado pela Microsoft que permite que vários bancos de dados, criados por programas diferentes, como o DBASE, Oracle e Microsoft Access possam ser acessados usando uma interface comum, independentemente do formato do arquivo.
OEM
Original Equipment Manufacturer, uma empresa que fabrica Componentes e os vende a outras empresas, que os usam para montar seus produtos, ou os revendem para o consumidor final. Também se refere aos produtos vendidos neste sistema. Um processador OEM é um processador destinado à grandes companias, geralmente vem com um manual resumido, sem embalagem individual e com garantia mais curta. Em compensação é bem mais barato.
On-Die
"No núcleo". É um termo usado em relação ao cache encontrado nos processadores modernos, indicando que ele encontra-se embutido dentro do próprio processador, ao invés de ser externo como nos processadores antigos. Quando se diz que o Pentium III Coopermine tem 256 KB de cache "on-die" estamos reafirmando que o cache encontra-se na mesma pastilha de silício do restante do processador e que opera na mesma freqüência que ele.
OpCode
Dentro do processador, a cada ciclo, antes de serem transmitidos os dados a serem processados, é transmitido o comando correspondente à instrução que deve ser executada, leitura, gravação, soma, etc. Estes comandos, que representam as instruções a serem executadas, são chamados de opcodes, contração de "Operation Code".
Open Source
Programas que tem seu código aberto. Qualquer um pode baixar o código fonte do programa, estuda-lo ou mesmo aperfeiçoa-lo. Open Source não é a mesma coisa que de domínio público. Um programa Open Source continua pertencendo ao seu criador e a quem ajudou no seu desenvolvimento.
Ops
Abreviação de operation, ou operação. Em informática, este termo é muito usado em relação aos processadores, descrevendo por exemplo, quantas operações são realizadas por ciclo.
OS
Operational System. Sistema operacional. Existe muitos sistemas operacionais, os mais usados são os da família Windows, o Unix, o Linux e o Mac OS.
OSI
Open System Interconnection. Você vai ouvir falar muito deste termo ao estudar sobre redes. O OSI é um padrão mundial para comunicação de dados, usado em praticamente todas as arquiteturas de redes atualmente. Divide o sistema em 7 camadas, cada uma executando uma tarefa específica dentro da rede.
Overclock
acima do clock numa tradução livre, significa alterar propositadamente o barramento da placa mãe, de forma a obrigar o processador a trabalhar mais rápido. Um Celeron de 566 Mhz, por exemplo usa barramento de 66 MHz, alterando-o para 100 MHz o processador passaria a operar a 850 MHz. Isto é geralmente feito através do Setup.
"P"
Packet Sniffing
Farejamento de pacotes. É um método de espionagem, que permite interceptar os pacotes de dados transmitidos por outros micros, através da rede. Em redes Ethernet os pacotes são transmitidos a todos os micros da rede, daí dizer-se que as redes Ethernet usam uma topologia lógica de barramento. Em teoria, somente a placa de rede que tivesse o endereço MAC correto leria o pacote, as demais os ignorariam. Mas, como de qualquer forma todos os outros micros recebem os pacotes, não é tão difícil assim burlar este frágil sistema, passando a ter acesso a todos os dados transmitidos através da rede. A mesma vulnerabilidade existe no acesso via cabo, já que vários usuários estão ligados ao mesmo cabo. No caso das redes Ethernet não existe proteção, ao menos que seja implantado algum sistema de criptografia. Mas, maioria das empresas que oferece acesso via cabo já vem implantando sistemas de criptografia para proteger seus usuários. Note que o Packet Sniffing só permite ler os dados transmitidos no mesmo segmento de rede e não na Internet.
PC
Personal Computer. O primeiro PC foi lançado pela IBM em 81. Depois vieram os XTs, 286s, 386s até chegar nos dias de hoje. Fique por dentro fazendo o
Curso de Hardware
PCB
printed circuit board, placa de circuito impresso, de fibra de vidro, onde são soldados os chips, formando placas mãe, placas de vídeo, etc.
PCI
Peripheral Component Interconnect. O padrão de barramento atual, usado pela maioria dos dispositivos. Os slots brancos da placa mãe, de 32 Bit's e 33,3MHz.
PCI to ISA Bridge
Ponte PCI / ISA. É o componente, localizado na ponte sul do chipset, que controla o barramento ISA da placa mãe, que nas placas atuais é uma derivação do barramento PCI, uma espécie de "gato". Este componente não é necessário caso a placa mãe não possua slots ISA.
PDA
Personal Digital Assistant, um dispositivo portátil com funções de agenda de telefones e compromissos, blocos de notas, gerenciador de contatos, etc. Um bom exemplo atualmente é Palm Pilot.
PDF
Portable Document Format, o formato de arquivo utilizado pelo Adobe Acrobat. Permite inclui texto, fontes e imagens num arquivo protegido.
PDMA
Dynamic Power Management System, um modo de economia criado pela Intel, utilizado em PCs antigos. O padrão de economia de energia usado nos PCs atuais é o ACPI.
Petabyte
Equivale a 1024 Terabytes ou 1.048.576 Gigabytes
Piconet
Este termo é usado com relação ao Bluetooth, um sistema de redes sem fio desenvolvido num consórcio liderado pela Intel. No Bluetooth, dispositivos que estão próximos uns dos outros automaticamente estabelecem contato entre sí, formando pequenas redes de até 8 componentes, chamadas Piconets. As piconets podem comunicar-se entre si, formando uma rede maior, chamada de Scatternet. Não existe um limite muito bem definido para o número máximo de dispositivos dentro desta hierarquia.
Pipeline Buble
Quando o processador não consegue um número suficiente de instruções para processar a cada estágio, por falta de dados, alguns ciclos de processamento são desperdiçados, processando nada. Como os processadores atuais possuem muitos estágios de pipeline, estas "instruções vazias" também passam por todos os estágios de pipeline, desperdiçando o tempo que poderia ser usado para processar dados. Daí o termo, bolha de pipeline.
Ping
(Packet Internet Group) - Serve para medir a velocidade da rede, o tempo que um pacote demora para chegar ao Micro destino somado com o tempo que a resposta demora a chegar. No DOS basta usar o comando PING endereço, como em Ping 200.123.209.210 ou PING www.guiadohardware.net
Platter
Internamente, os HDs possuem vários discos feitos de material duro (daí seu nome). Estes discos, chamados de Platters, recebem uma camada magnética e passam a ser capazes de armazenar dados. Os platters geralmente são compostos de ligas metálicas, mas algumas companias vem pesquisando o uso do vidro e plásticos para a mesma função. Os discos de vidro já vem sendo usados na série Desk Star da IBM.
Plug-in
Extensões que adicionam novos recursos ao programa. Os plug-ins mais famosos são os para browsers, como o flash, mas existem plug-ins para jogos e vários outros tipos de programas.
PnP
Plug and Play. Encaixe e ligue, sistema que permite que novos periféricos sejam automaticamente reconhecidos e instalados, sem esforço do usuário.
Polyphony
Polifonia, refere-se a uma placa de som ou sintetizador que é capaz de reproduzir vários fluxos de audio ao mesmo tempo, como tocar várias músicas em MP3, ou reproduzir um MP3 junto com os sons de um jogo por exemplo. Praticamente todas as placas de som atuais suportam este recurso, que também pode ser emulado via software dentro do Windows 2000 ou ME.
Port
Porta. este termo é usado tanto com relação a um encaixe de expansão (por serial, porta paralela, etc.) quanto com relação a portas TCP/IP, que são portas lógicas que permitem várias conexões simultâneas a um único host.
PostScript
Um formato de descrição de página, desenvolvido pela Adobe. É suportado pela maioria das impressoras a laser, mas infelizmente por poucas impressoras jato de tinta. É um dos formatos de impressão mais usados em gráficas atualmente, pela grande precisão. Os documentos PostScript podem ser gerados apartir de vários programas.
PPGA
Plastic Pin Grid Array, é o formato de encapsulamento usando pelos processadores Pentium MMX e pelos Celerons soquete 370 de 366 MHz até 533 MHz. Este encapsulamento consiste numa base de fibra de vidro e uma chapa metálica protegendo o processador.
PPP
(Point to Point Protocol) - É um protocolo usado para permitir o acesso discado à Internet. Usando este protocolo, o servidor do provedor para o qual seu modem discou passa a ver a conexão via linha telefônica como uma conexão de rede local, permitindo o acesso. O PPP também é usado para acessar redes remotamente.
Psychoacoustics
Sem tradução para o português, é o estudo de como o som é processado pelo cérebro humano. Vários padrões, entre eles o próprio MP3 surgiram apartir destes estudos
"Q"
Queue
Uma "fila" de dados ou arquivos, que são processados seqüencialmente.
QuickTime
Um formato de arquivos multimídia desenvolvido pela Apple. Apesar dos usos mais comuns serem vídeo e audio, os arquivos quicktime podem também armazenar animações e texto. Os arquivos quicktime usam as extensões: qt, mov ou moov.
Quit
Finalizar um programa ou conexão de rede.
"R"
RAID
Redundant Array of Inexpensive Disks, ou disposição redundante de discos baratos. A idéia é um sistema "unidos venceremos", onde vários HDs são combinados para aumentar a performance. Num nível mais complexo, o RAID pode ser usado também para melhorar a confiabilidade do equipamento, através de espelhamento ou paridade. Num sistema RAID 1, onde temos dois HDs, sendo que o segundo armazena uma cópia fiel dos dados do primeiro, mesmo que um dos HDs pife de uma hora pra outra, o sistema continua intacto, funcionando como se nada tivesse acontecido.
RAM
Ramdom Access Memory. Memória de acesso aleatório, é a memória mais usada não apenas em micros PCs, mas na maioria dos computadores. É barata, mas tem a desvantagem de ser volátil.
RAM Disk
Alguns utilitários, entre eles o próprio "ramdisk" do DOS, permitem reservar parte da memória RAM, que passa a ser acessada como se fosse um disco rígido. Naturalmente, o acesso a este disco "fantasma" é extremamente rápido, mas todos os dados são perdidos ao desligar o micro. Este recurso era muito usado na época do XT, onde eram comuns PCs sem HD e com apenas um drive de disquetes. Os RAM Disks eram usados para copiar disquetes. O disquetes de boot do Windows 98 também cria um RAM Disk, de 2 MB, onde são armazenados alguns utilitários de sistema usados Durante o boot.
Read After Write
"Leia depois de escrever". Este é um recurso suportado por algumas controladoras de HDs, que ao ser ativado, faz com que o HD leia os dados logo depois de escreve-los. Qualquer erro será então automaticamente detectado, evitando que isto aconteça apenas ao ser tarde demais.
Real-Time
Em tempo real, um aplicativo que é capaz de lidar com novos dados tão rápido que tudo pareça instantâneo.
Removable Disk
Disco removível, como por exemplo disquetes, discos Zip, Jazz, LS-120, etc. Outro exemplos são as gavetas de HD, que permitem remover, instalar e transportar HDs facilmente.
Resident Font
Fonte residente, ou fonte interna, é uma fonte que já vem pré-gravada na impressora. Todas as impressoras, matriciais, jato de tinta e laser vem com uma ou algumas fontes residentes, que são usadas quando é impresso algo em modo somente texto, como no Edit do DOS. Dentro do Word e outros aplicativos gráficos, são usadas fonte true type, que ficam instaladas no micro e são transmitidas à impressora na hora de imprimir.
RIMM
Rambus Inline Memory Mode. Um padrão de memórias ultra rápido e ultra caro desenvolvido pela Rambus Inc. que a Intel insiste em tentar empurrar junto com seus processadores.
Ripper
Programa usado para extrair as faixas de áudio de um CD de música, gravando-as no HD na forma de arquivos em Wav ou MP3. Na usa-se o termo "rippar CDs".
RISC
Reduced Instruction Set Computer. Computadores que são capazes de executar poucas instruções diferentes, sendo em compensação extremamente rápidos.
RJ-45
Conector de 8 pinos usado em cabos de rede de par trançado
ROM
Read Only Memory. Existem vários tipos, usada para guardar dados que não precisarão ser alterados.
RPM
Revolutions Per Minute, o número de rotações por minuto de um disco rígido ou outro tipo de disco. Quanto maior for o número de rotações, mais rápido os dados armazenados poderão ser lidos.
"S"
Samba
Um software livre bastante popular que permite compartilhar recursos, como impressoras, arquivos, etc. de um servidor Linux (entre outras plataformas suportadas) com clientes rodando Windows. Permite substituir um servidor Windows em muitas situações, uma economia considerável. http://www.samba.org/
Scanner
Dispositivo usado para digitalizar imagens. existem vários tipos de scanners: scanners de mão, de mesa, de página, etc. Os scanners também diferenciam-se pela resolução, medida em DPI. Alguns modelos escaneiam a 300 DPI, outros a 600, alguns scanners topo de linha atingem 1200 ou até 2400 DPI. Além da resolução "real" existe também a resolução interpolada, que pode ser de 4800 DPI, 9600 ou até 19600 DPI.
SCSI
Small Computer System Interface. Um padrão de barramento para a conexão de discos rígidos, CD-ROMs, scanners, impressoras e vários outros dispositivos. Desenvolvido originalmente pela Apple para uso nos MACs.
SGRAM
(Synchronous Graphics Ramdom Access Memory) - A SGRAM é um tipo de memória SDRAM otimizada para o uso em placas de vídeo, que apesar de possuir apenas uma entrada de dados, pode ser dividida em duas páginas de memória. Como ambas as páginas podem ser acessadas ao mesmo tempo, simulamos uma dupla entrada de dados. O maior problema com as memórias SGRAM é o fato de não suportarem freqüências de operação muito altas o que dificulta seu uso nas placas de vídeo 3D mais rápidas. O mais comum atualmente em placas de vídeo é o uso de memórias SDRAM comuns, ou então de memórias DDR-SDRAM, duas vezes mais rápidas.
Silicon-on-insulator
(SOI) - Uma tecnologia desenvolvida pela IBM, que permite usar uma camada mais fina de silício na produção dos transístores do processador, com isso, o sinal elétrico passa a ter um isolamento bem melhor, melhorando sua estabilidade e diminuindo o nível de interferências. O AMD Barton, que deverá ser lançado no final de 2002 será um Athlon Turbinado, que graças ao uso desta tecnologia provavelmente chegará perto da casa dos 3.5 GHz, sendo produzido numa técnica de 0.13 mícron.
SIMM
Single Inline Memory Mode, os módulos de 72 vias usados até pouco tempo atrás.
Slave
Escravo, sempre que conectamos dois HDs na mesma porta IDE, um deverá ser configurado como master (mestre) e outro como slave. O HD configurado como master será o usado para dar o boot e receberá a letra C: dentro do Dos/Windows. O slave receberá letras seqüenciais, D:, E:, etc.
SMTP
(Simple Mail Transfer Protocol) - É o protocolo usado para enviar e-mails. Os dados vão da sua máquina para o servidor SMTP do provedor e em seguida para o destinatário. Alguns programas permitem usar sua própria conexão para enviar mails, sem precisar de um SMTP externo, como o ArgoSoft Mail Server.
Socks
Protocolo que gerência o tráfego de dados através de um servidor proxy. Pode ser usado por qualquer aplicativo: Browsers, clientes de FTP, etc.
Soft Error
Em qualquer HD moderno, cada setor contém, além dos 512 bytes de dados, mais algumas dezenas de bytes que armazenam códigos de correção de erros (ECC). Um soft error ocorre quando há algum erro na leitura dos dados, que é automaticamente corrigido usando os códigos ECC. Um Hard Error ocorre quando não é possível ler os dados de maneira alguma.
SoHo
Small Office/Home Office, engloba o mercado formado por pequenas empresas e escritório, assim como os profissionais que trabalham em casa. Existem vários produtos voltados especialmente para este mercado.
Som 3D
Os efeitos de som tridimensional visam dar a impressão de som vindo de todas as direções, mesmo usando um par de caixas acústicas comuns. Os efeitos 3D são mais utilizados em jogos, onde é necessário usar uma placa de som compatível com este recurso. Existem também alguns conjuntos de caixas acústicas com função 3D, que usando filtros especiais permitem ouvir músicas em CD ou MP3 com efeito de profundidade, como se estivesse num show ao vivo.
Sputtering
Esta é a técnica usada atualmente para formar a superfície dos discos magnéticos, usados em discos rígidos. A técnica anterior, chamada eletroplating, era um processo bastante semelhante à eletrólise usada para banhar bijuterias a outro, criando uma superfície de baixa qualidade, que não permitia as altas densidades de gravação que temos hoje. O Sputtering é um método muito mais preciso, que consiste em aplicar a superfície magnética usando uma técnica muito semelhante à usada para soldar os transístores dos processadores, permitindo uma superfície quase perfeita. Todos os HDs apartir de 500 MB são fabricados usando-se a nova técnica.
SQL
Structured Query Language, linguagem desenvolvida pela IBM que usa Comandos simples, baseados em palavras em inglês, para realizar buscas em bancos de dados. É suportado por várias plataformas de bancos de dados, permitindo que bancos de dados criados em várias plataformas diferentes.
SSL
Secure Sockets Layer, um protocolo desenvolvido pela Netscape que permite transmitir informações de forma segura através do browser, foi um dos grandes viabilizadores do comércio eletrônico. O SSL é suportado tanto pelo Netscape quanto pelo Internet Explorer.
ST506
Foi a primeira linha de HDs destinados a computadores domésticos, lançada em 1979 pela Seagate. Os discos mediam 5.25 polegadas, e armazenavam de 5 a 40 MB, dependendo do modelo. A interface destes HDs, também chamada ST506 acabou sendo usada em HDs de outros fabricantes. Estes HDs antigos foram substituídos pelos HDs IDE a mais de uma década.
SVGA
Super VGA, é geralmente usado com relação a monitores que suportam resoluções superiores a 640 x 480 e mais de 256 cores.
Synchronous
Síncrono, refere-se à dois ou mais componentes que Comunicam-se de maneira sincronizada. Um exemplo são as memórias SDRAM Atuais, que operam na mesma freqüência que a placa mãe.
SYSOP
(System Operator) - Termo mais usado na época da BBSs. Pode ser usado em relação ao responsável pelo funcionamento por um BBS, provedor de acesso, ou outro tipo de serviço qualquer.

"T"
TAPI
Interface de programação que permite que programas Windows utilizem dispositivos de telefonia, como modems utilizando comandos padrão, oferecidos pela Interface, sem necessidade de acessar diretamente o dispositivo ou conhecer seu set de comandos.
T1
Linha de alta velocidade que pode ser alugada nos EUA, oferece acesso bidirecional a 1.5 Mbps. É relativamente acessível por lá, sendo alugada por pequenos servidores, pequenos provedores, empresas, e até mesmo alguns usuários domésticos.
TCP/IP
Transmissão Control Protocol / Internet Protocol. Desenvolvido na década de 60 pelo departamento de defesa dos EUA, para ser usado na Arpanet, rede militar que foi o embrião da Internet atual. A principal virtude do TCP/IP é permitir que os outros computadores da rede continuem conectados mesmo caso um ou vários computadores caiam. No caso de uma guerra, o que sobrasse da rede continuaria funcionando.
TelNet
Aplicação de emulação de terminal, quer permite acessar um servidor remoto, usando comandos de texto. Dependendo do nível de acesso, é possível até mesmo delatar arquivos e instalar/executar programas. O Telnet é muito usado em sistemas Unix / Linux.
TFT
Mesmo que Matriz ativa, tecnologia usada em monitores de cristal líquido.
Tinma
O Tinma, era para ser uma versão de baixo custo do Celeron, que já viria com o chipset integrado no próprio processador, permitindo que fossem desenvolvidas placas mães mais baratas para ele. O problema foi que o Tinma utilizaria uma versão do velho chipset i820, e por isso precisaria de um novo chip MTH, para permitir o uso de memórias SDRAM normais, ou invés das caríssimas memórias Rambus, que seriam impensáveis num processador de baixo custo. A dificuldade em criar um chip MTH estável, combinada com os atrasos no desenvolvimento do projeto levou a Intel a abandoná-lo.
Tolerante a falhas
é um sistema preparado para continuar funcionando caso haja alguma falha de hardware ou software. Existem vários níveis de tolerância, como por exemplo usar dois HDs em RAID 1, onde o segundo HD armazena uma cópia exata dos dados contidos no primeiro. Caso o HD principal falhe, a controladora mudará imediatamente para o segundo, permitindo que tudo continue funcionando como se nada tivesse acontecido. Um nível mais alto seria usar dois ou mais servidores completos no mesmo sistema, onde caso o primeiro falhasse o segundo assumiria imediatamente. Um nível mais baixo seria fazer um simples backup para evitar perda de dados ou mesmo usar um no-break para se prevenir de falhas na corrente elétrica.
Touch Screen
Os monitores sensíveis ao toque são muito usados em caixas de banco, quiosques multimídia, computadores de mão, e vários outros equipamentos. Estes monitores são compostos de um monitor CRT ou LCD comum e de uma película sensível ao toque. Além de serem ligados na placa de vídeo, estes monitores são ligados também em uma das portas seriais do micro, bastando instalar o software adequado para que os toques na tela substituam os cliques do mouse. O funcionamento da camada sensível ao toque é bem interessante, baseando-se no uso do infravermelho. A tela é formado por vários emissores e receptores, que comunicam-se continuamente, tanto na horizontal quanto na vertical. Ao tocar a tela, interrompe-se a comunicação entre alguns, fazendo com que a posição do toque seja percebida.
Traffic
Tráfego de dados na rede. Quando a quantidade de dados que trafega é muito grande, a rede torna-se congestionada e as transferências ficam cada vez mais lentas.
True Black
"Preto verdadeiro", quando uma impressora possui um cartucho separado com tinta preta. O oposto é o "Composite Black", onde a impressora, por não possuir tinta preta, combina as três (ou quatro) cores para forma-lo.
TTL
Time To Live, é um termo que se aplica à Internet ou grandes redes. Especifica por quantos roteadores um pacote de dados pode passar até que seja descartado. Evita que pacotes perdidos congestionem a rede. Quando um pacote é descartado, o micro emissor recebe a notificação do erro e retransmite o pacote.
Twit
Bobo, usando em relação a alguém muito chato, "pegajoso", etc. É um termo pouco usado aqui no Brasil mas popular lá fora, comum nos grupos de discussão.
TSR
Terminate and Stay Resident
TWAIN
Technology Without Any Interesting Name; driver padrão para scanners.
"U"
UPS
Uninterruptible power supply, ou fonte ininterrupta de energia, é o que costumamos chamar de no-break. Existem dois tipos de no-breaks, os online e os off-line. Nos online a bateria é constantemente carregada e o sistema recebe energia apartir da bateria. Neste caso temos a garantia de um fornecimento 100% estável, dispensando um estabilizador externo. Nos no-breaks off-line, o sistema recebe energia da tomada, passando para a bateria apenas em caso de queda. Não são tão seguros quanto os primeiros.
USB
Universal Serial Bus. Barramento plug-and-play relativamente lento (12 mbps) que pode ser usado por vários tipos de dispositivos. Todas as placas mãe atuais trazem pelo menos 2 portas USB. Cada porta pode ser compartilhada por vários dispositivos.

"V"
VBR
(Variable Bit Rate) - Este é um recurso suportado por alguns formatos de compactação de áudio, entre eles o MP3. Através do VBR, é possível varias o bit-rate de acordo com a complexidade do trecho que está sendo reproduzido. Se por exemplo uma música tem trechos de silêncio, podem ser usados menos bits nestes trechos e mais bits nos trechos com sons mais complexos. Com isto, o tamanho do arquivo continua o mesmo, mas a qualidade melhora um pouco.
VESA
Video Electronics Standards Association, uma associação de fabricantes de placas de vídeo e monitores com o objetivo de estabelecer padrões de vídeo. Entre outros, criaram o padrão de vídeo super VGA, e os slots VLB, também chamados de slots Vesa.
VFAT
Virtual File Allocation Table, as extensões usadas pelo Windows 95 em diante para permitir o uso de nomes de arquivo com mais de 8 caracteres, ao mesmo tempo em que é mantida compatibilidade com o MS-DOS.
VLB
Vesa Logical Bus. Um padrão de barramento sucessor do ISA, mas anterior ao PCI, usado apenas em placas para 486. Criado pela Vesa, uma associação de fabricantes de placas de vídeo em 93.
VLIW
Very Long Instruction Word, é uma nova arquitetura de processadores, capazes de combinar várias instruções numa única e processa-las em paralelo, com se fossem uma única instrução. Um exemplo de processador VLIW é o Transmeta Crusoé, que combina 4 instruções e/ou dados, em palavras de 128 bits, processadas em cada ciclo.
VRML
(Virtual Reality Modeling Language) - Padrão para criar ambientes 3D, pelos quais o usuário poderá navegar usando um browser que suporte o padrão, como IE 5. O problema do VRML atual é ser bastante lento.
"W"
Waffer
superfície de silício onde são montados transístores, formando um processador. Os waffers de silício precisam ser compostos de material extremamente puro e devem ter uma superfície microscopicamente plana, por isso poucas companhias dispõe de tecnologia suficiente para produzir os waffers de alta qualidade que são usados nos processadores atuais. Isto os torna extremamente caros, respondendo por boa parte do custo final do processador.
WAN
Wide Área Network, uma rede que interliga computadores geograficamente distantes, localizados em outras cidades, estados, ou mesmo do outro lado do mundo.
Wannabee (ou Wanabe)
"Quer ser", refere-se a um aspirante a Hacker, que apesar de ainda não ter um conhecimento necessário, mostra um certo esforço em estudar e desenvolver habilidades. Em geral este termo não é usado como um pejorativo, pelo contrário.
Watermark
Marca d´agua, desenho semitransparente, usado como fundo em documentos ou páginas Web.
WAP
Wireless Application Protocol, um protocolo de dados desenvolvido para uso em dispositivos sem fio, como celulares.
WDM
Windows Driver Model. O padrão de drivers WDM foi criado pela própria Microsoft, e seu objetivo principal é criar uma plataforma de drivers que sejam compatíveis com toda a família Windows. Nos modelos de drivers antigos, utilizados pelo Windows 3.x e pelo Windows 95, o driver continha todas as rotinas necessárias para controlar o dispositivo. Porém, a maioria destas rotinas eram repetidas em todos os drivers. Esta redundância só servia para aumentar o trabalho dos desenvolvedores e, naturalmente, a possibilidade de surgirem erros e bugs. Outra deficiência é a falta de portabilidade, já que cada driver incorpora as rotinas adequadas ao sistema operacional ao qual se destina. A idéia do modelo WDM é incorporar todas estas rotinas repetitivas ao próprio sistema operacional, em arquivos chamados drivers de classe. Um driver de classe é justamente o driver que contém todas as rotinas repetitivas. Para aumentar a versatilidade, existem drivers de classe diferentes para cada tipo de dispositivo, existem alguns específicos para scanners, outros para impressoras, outros para placas de som, etc. Todos os drivers de classe necessários já acompanham o sistema operacional, por isso, nem você, nem os programadores que fazem os drivers precisam se preocupar com eles.Como todas as funções básicas já estão embutidas no próprio sistema operacional, os drivers de dispositivo contém apenas as funções mais específicas, as que mudam de um dispositivo para o outro. Isto significa que o programador terá muito menos trabalho e o resultado final será melhor.
White Paper
Anúncio divulgado pelas empresas, informando características de seus produtos. Estes anúncios são destinados tanto à imprensa, quanto aos usuários em geral em busca de informações. Ficam disponíveis na página do fabricante além de serem enviados à jornalistas e clientes cadastrados.
Winchester
O primeiro disco rígido foi construído pela IBM em 1957, e era formado por um conjunto de nada menos que 50 discos de 24 polegadas de diâmetro, com uma capacidade total de 5 Megabytes, algo espantoso para a época. Comparado com os discos atuais, este pioneiro custava uma verdadeira fortuna: 35 mil dólares. Este primeiro disco rígido, foi chamado de RAMAC 350 e, posteriormente apelidado de Winchester, termo muito usado ainda hoje para designar HDs de qualquer espécie. Winchester era um modelo de espingarda de dois canos, na época muito popular nos EUA. Alguém então relacionou isso com o fato do RAMAC ser composto por Vários discos, surgindo o apelido.
Wine
Este é um emulador que permite rodar programas para Windows 3.1 e também alguns programas para Windows 95/98 dentro do Linux. Até a presente data, o Wine ainda está em desenvolvimento, por isso ainda tem várias deficiências. Mas, não deixa de ser uma forte esperança para o futuro. Ao atingir um estágio mais maduro de desenvolvimento, o Wine pode ajudar bastante na popularização do Linux.
Workstation
Estação de trabalho. Este termo é geralmente usado em relação a computadores com uma grande poder de processamento, usado em aplicações profissionais pesadas, como por exemplo criação de animações.
Write Through
Tipo antigo de memória cache, usado até o 486 que cacheava apenas as operações de leitura de dados. Ou seja, ao ler dados o processador podia contar com o cache, mas quando era necessário escrever dados, estes precisavam ser escritos diretamente na memória RAM, o que causava perda de tempo.
WTLS
Wireless Transport Layer Security. É a camada do protocolo WAP responsável por checar a integridade dos dados, realizar a autenticação e encriptar os dados. Apesar dos problemas e limitações, o WTLS torna o WAP razoavelmente seguro.
WYSIWYG
Wat You See Is Wat You Get, o que você vê é o que você obtém. Até parece letra de música, mas na verdade este termo se refere à maioria dos editores de texto com interface gráfica, onde é possível ver o texto da mesma maneira como ele será impresso. Em contraste, existem os editores que utilizam marcação (como o LaTex), onde é preciso utilizar comandos para formatar o texto. A vantagem dos editores wysiwyg é a facilidade de uso, a desvantagem é a pouca flexibilidade ao tentar obter uma formatação mais exata, o que explica o grande uso do LaTex em textos médicos ou acadêmicos por exemplo, onde é necessária uma formatação de texto bastante rígida.
WWW
World Wide Web, ou Wait, Wait, Wait caso você use modem de 14.4
"X"
Xeon
Linha de processadores Intel destinada à servidores. Existem tanto o Pentium II Xeon, quanto o Pentium III Xeon, estas versões diferenciam-se dos processadores para micros de mesa por trazerem até 2 MB de cache, sempre operando na mesma freqüência do processador. Outra vantagem é a possibilidade de utilizar até 8 processadores na mesma placa mãe. Entretanto o Xeon é extremamente caro, já sendo uma opção discutível para servidores, quanto mais para um micro doméstico. Um Xeon com 2 MB de cache pode custar mais de 4.000 dólares. Pronuncia-se "Zion".
"Y"
 
 
"Z"
ZAW
Zero Administration for Windows. Uma coleção de utilitários produzidos pela Microsoft que visa diminuir o trabalho dos administradores de rede, permitindo atualizar programas das estações apartir de qualquer ponto da rede, por exemplo.
Zettabyte (ZB)
Corresponde a 2^70 bytes, ou 1024 exabytes
ZIF
Zero Insertion Force. É um padrão de encaixe utilizado pela maioria dos processadores com encaixe em formato de soquete. Para instalar ou desinstalar o processador, basta levantar uma alavanca ao lado do encaixe, encaixar o processador e baixa-la novamente. Não é preciso fazer força para realizar o encaixe, daí o nome.
ZX-80
Lançado em 1979 pela Sinclair, o ZX-80 faz parte da lista dos primeiros computadores pessoais da história. Ele não era tão poderoso quanto o Apple II, o sonho de consumo da época, mas tinha a vantagem de custar apenas 99 dólares (pouco mais de 400 em valores corrigidos) Foi provavelmente o primeiro computador popular da história. O processador era um Z80, da Zilog, operando a apenas 1 MHz. A memória RAM também era algo minúsculo, apenas 1 KB, combinados com 4 KB de memória ROM que armazenavam o Basic, usado pelo aparelho. Como em qualquer sistema popular da época, os programas eram armazenados em fitas K7. Considerando preço o Z80 foi uma máquina surpreendente, mas claro, tinha pesadas limitações, mesmo se comparado com outras máquinas da época. Apesar dele já vir com uma saída de vídeo, a resolução gráfica era de apenas 64x48, mesmo em modo monocromático, já que o adaptador de vídeo tinha apenas 386 bytes de memória. Existia também um modo texto, com 32 x 24 caracteres.